outubro 2008

10 Anos de Baby One More Time (e Britney)

postado em  •  20 comentários

Semana passada, Baby One More Time, o single que lançou Britney Spears ao estrelato (e a realeza pop) e tornou-se um marco da música pop da década de 90 completou 10 anos. Parece que foi ontem que a loirinha de 16 anos, vestida de colegial saia dançando pelos corredores e dando mortais pelo ginásio, cantarolando a música que fez pessoas de todas as idades cantarem junto com ela.

10 anos de sucesso, amadurecimento profissional e pessoal, escí¢ndalos e polêmica, muita polêmica. Da garotinha virgem ao furacão sexual, da menininha puritana a mulher “problemática”, Britney parece ter passado por várias etapas da vida, momentos bons e péssimos (ano passado, oi?), da glória a “decadência”.

O fato é que no ano do aniversário de uma década de carreira, Britney fez a fenix e tá ressurgindo das cinzas. Truque barato de marketing ou não, seu novo site oficial mostra o passo a passo da sua volta digna aos palcos depois de 2 barrigíµes, separação dolorosa, bipolaridade e envolvimento com álcool. Não que o Blackout não teve seus méritos (aliás, ele é meu álbum favorito dela), mas talvez Brit-Brit não estivesse preparada para um comeback a sua altura.

Para comemorar os 10 anos e seu tão aguardado comeback, dois sites organizaram uma Fan Party em São Paulo, com direito a cover oficial, coisa e tal. A balada em si era razoavelmente boa, apesar da pouca variedade na carta de bebida (e o preço abusivo, tipassim, uma cerveja R$ 8 ?) e da falta de orientação dos funcionários, mas o que seria um “especial” Britney deixou a desejar: foram só 40 minutos de músicas da diva (incluindo as apresentaçíµes da cover), durante a festa 5x Gimme More com remixes uó (tirando os remixes que rolaram, que eram do B In The Mix – cd de remixes oficiais), decoração bem fraquinha (leia-se 3 banners furrecas) e desorganização total nas filas e nas listas vip. Para ser bem sincera, valeu pela companhia da Karen (e do João e do Fê – queridos !) e pela apresentação da Fran Porto. E só. Muito confete, nada de serpentina.

Apesar dos apesares, consegui fazer uns ví­deos (santa Cybershot W125 !) e decidi fazer um compacto com os melhores momentos da festa para postar aqui e saciar a curiosidade de vocês !

Vike e Ju, faltou vocês lá seacabandocomigo !

Ding Dong ! Mr. Postman !

postado em  •  18 comentários

Sabe quando você fica paquerando, paquerando, paquerando uma coisa durante um tempão e finalmente você tem ela nas mãos ? Pois é ! í‰ assim que eu me sinto com meu Coffret Fantasy, que acabou de chegar !

Desde que eu comecei a pesquisar sobre o Fantasy em sites gringos, eu babava pelo kit (e pelo preço). Só que nunca achava nas lojas e nem em nenhum site nacional. O Morangão vende, mas e o medo de ser taxada ? Até que o Donna Perfumes colocou a venda, e eu já fui esperta e comprei na mesma hora !

O perfume eu já uso há mais de 1 ano, e é só elogios. O creme e o gel de banho na hora que eu passei não gostei, mas agora que eu passei de novo consegui sentir bastante o cheirinho do Fantasy *maldita acomodação ofaltiva* e a melhor parte é pra quem tem sérios problemas de fixação devido a pele seca (tipo eu !), usando o creme da mesma linha dá pelo menos uma aumentada na duração do cheirão. A caixa não é nenhum loooosho como a do perfume, mas a bandeja aonde vem os produtos é de veludo rosa, poderpuro !

Próximas aquisiçíµes perfumí­sticas: Miss Dior Cherie (Dior) e Deseo (J-Lo), afinal de contas, não é todo dia que a gente tem conhecido passando pelo Duty Free rs.

Compras da Avon + Layout Novo !

postado em  •  44 comentários

Vocês já leram aqui o quanto eu estava ansiosa aguardando últimos meus pedidos da Avon, afinal eu sou “little bit Creuza” e ao invês de rastrear minhas encomendas no Morangão, eu fico rastreando minha amada revendedora ! E não é que com 1 semana de atraso, ela me entregou ?

O Pó Summer Bronzer Mosaic é MARAvilhoso, mas só tem um detalhe: só rola usar como blush e na zona T para dar uma iluminada, porque se eu tivesse passado de leve no rosto inteiro como eu fiz com o da Vult, eu ia parecer a Beyoncé. A maior vantagem dele pro da Vult é que a fixação é melhor, então rola você sair de manhã com cara de “passei o final de semana na praia” e no final do dia as pessoas continuarem acreditando que você realmente tomou um sol. Fazendo mais ainda a Creuza, aproveitei a promoção e pedi o pincel que a Paulinha tinha indicado no blog dela. Também adorei ele, super macio, espalha bem e não fica pinicando.

Comprei também o famoso batom da mulher moderna, o Pro-To-Go, que dá pra você falar no celular ou andar de guarda-chuva sem perder o gramú e a feminilidade passando seu lipstick com uma mão só, ou seja: looosho, poder e gramú pra você, mulher do século 21. O gloss eu já comentei em outra oportunidade, e a cor também é magní­fica !

Continue lendo →

De cabeça pra baixo !

postado em  •  8 comentários

Todo mundo tem uma época da vida que você fica sem muita direção e acaba fazendo tudo em modo automático. A vida parece ter perdido a graça, o colorido … até que você se vê em uma situação aonde é obrigado a repensar na sua vida inteira e então tomar uma decisão. E foi justamente o que aconteceu comigo.

Eu tive um 2007 super complicado, com problemas sentimentais, familiares, profissionais e escolares, tudo assim, de uma vez. Entrei em um colapso nervoso, me vi obrigada a fazer terapias e ministrar medicaçíµes para domar minha augústia e ansiedade. Fui diagnosticada como Transtorno da Ansiedade Generalizada.

Então começou 2008, veio a formatura e o sentimento de mudança e renascimento, mas ao mesmo tempo, eu não fazia nenhum esforço para mudar, ou melhor: até ensaiava, mas eu precisava de um empurrão, algo que me fizesse realmente despertar para a vida. E ele veio, de uma maneira bem dolorida. Em maio deste ano, comecei a ter sintomas bizarros, e sempre quando eu jogava no Google para saber a causa, era o mesmo resultado: hepatite.

A maioria das pessoas quando pensam em hepatite, logo lembram de pessoas a beira da morte, na fila dos transplantes e quase sempre, sem nenhuma saí­da. E essa era a minha visão. Confesso que estava com medo, mas acabei cedendo e procurei um pronto socorro na minha primeira crise (quase insuportável), e o médico disse que apenas um mal estar, já que eu não estava com as mucosas amareladas. No dia seguinte, meus olhos e minha lingua ficaram amarelos. Era dias das mães, mal consegui ficar com minha mãe e a minha avó. Desesperada, comecei a refletir sobre minha vida, e do que eu gostaria de refazer caso eu “sobrevivesse”.

No dia seguinte, resolvi procurar um médico de confiança, o cardiologista (meu herói !) dos meus pais, que constatou que as chances de serem realmente eram enormes. Então ele me fez uma série de perguntas, mas uma das respostas lhe chamou a atenção: 1 semana antes de aparecerem os sintomas, eu tomei eritrato de eritromicina, um anti-biótico extremamente hepatóxico, um dos maiores causadores de problemas no fí­gado. Eu estava em jejum, o que facilitou muito, já que colheram meu sangue para análise ali mesmo. No dia seguinte a resposta: eu estava realmente com hepatite. A causa ? Era quase 100% de certeza que era Hepatite Medicamentosa, causada pelo uso de medicamentos, e que pode sim, ser fatal, caso você não siga as orientaçíµes.

Sai de lá confiante de que eu poderia vencer a batalha e tomei algumas atitudes, como mudar minha alimentação completamente (0% de gordura), inclusive buscando alimentos que melhorassem a função hepática, respeitei o repouso. O segundo exame, uma segunda vitória: negativo para todos os tipos de hepatite virais. O ultassom, que ficou pronto em seguida, também não apontava nenhum dano ou alteração no orgão. Dalí­ pra cura, foram 2 meses, e a cada novo resultado, uma nova alegria, uma nova esperança. um novo motivo para viver. O dia mais feliz da minha vida foi quando o gastro decretou que eu estava de alta, e que os exames não teriam mais nenhuma alteração !

Hoje minha vida é outra, e me tornei uma pessoa muito melhor do que eu era antes de todos os problemas. Costumo brincar que eu fiz da Hepatite um Spa, e desde então voltei a me preocupar com a minha aparência (que por mais que eu me esforçasse, eu não me dedicava a mim como antes), a minha vida, as minhas decisíµes e principalmente, aos meus sonhos. Para ser sincera, foi uma daquelas coisas ruins que veio para o bem, e eu sou muito grata ao dentista que me receitou o tal remédio, afinal, se não fosse pela Hepatite, não sei como eu estaria hoje.

E você, já pensou que algo vire de cabeça pra baixo pode mudar sua vida ? Ou ao menos facilitar ? Pois é, pensando nisso a Rexona lançou o novo roll-on, que fica de cabeça pra baixo, assim evitando o disperdí­cio e sem que você precise ficar batendo no fundo para que o desodorante desça mais rápido para você aplicar quando ele tá no finalzinho. Eu confesso que desde que eu vi a propaganda na TV, eu fiquei bem curiosa e rolou um pensamento no melhor estilo “porque eu não pensei nisso antes ?”:

[youtube]RusAtGYqZy8[/youtube]

Agora vem a parte legal ! Você tem alguma história bacana de alguma situação, pessoa ou coisa que virou sua vida de cabeça pra baixo ? Então conta pra galera do Rexona sua experiência, e se ela for extremamente marcante e bacana, você leva pra casa um kit ! Não é demais ?

Esse post é de carater publieditorial.