Destino: Londres – Chegando Lá

postado em  •  51 comentários

E continuando a série de posts sobre Londres, hoje é dia de compartilhar um pouco da minha experiência depois que eu cheguei de fato na terra da rainha e como eu e meus amigos conseguimos nos virar durante nossa viagem. Acredito que esse seja um dos posts mais essenciais da série (o próximo também! HAHAHA), porque muitas das dicas que eu vou compartilhar são coisas que nós descobrimos lá nos virando nos 30! VEM COMIGO, GENTE \o/

Imigração:

Chegando em Londres, você obrigatoriamente passará pela imigração. A primeira pergunta coisa que eles perguntam é se você sabe falar inglês. Caso você não saiba, eles solicitam ajuda de algum funcionário do própria imigração para ajudar. Agora se você tem uma base legal do idioma, não encontrará maiores dificuldades, até porque as perguntas são muito básicas, do tipo quantos dias você pretende ficar por lá, se você pretende seguir para outro paí­s depois da Inglaterra e o motivo da viagem.

De cara, você acaba com a imagem de que os ingleses são frios e marrentos. A policial que me entrevistou perguntou se eu falava inglês, e eu respondi um “hmmm so so… LET’S TRY!”. Ela riu, achou legal o fato de eu ser do Brasil e me desejou uma ótima viagem. Meus acompanhantes também elogiaram a simpatia e o tratamento dos funcionários da imigração inglesa. Ponto pra eles!

Transporte

Saindo do aeroporto, você provavelmente terá a primeira experiência verdadeiramente londrina. Esqueça o taxi e invista no Tube (metrí´/trem). A maioria dos aeroportos possuem estaçíµes próprias e trens a cada 5 minutos que levam para o centro da cidade e demais linhas.

O transporte público em Londres funciona MUITO bem mas é um pouco confuso nos primeiros dias. As linhas de metrí´ (Underground) e trem (Overground) são bem extensas e atendem todas as regiíµes da cidade, mas são extremamente confusas devido a quantidade de baldeaçíµes: í s vezes é preciso trocar 2 ou 3 vezes de linha para chegar ao destino final. Para piorar a situação, na mesma plataforma podem passar trens que vão para destinos diferentes, não cumprem o trajeto completo ou ainda, estão com as estaçíµes fechadas (a Central Line por exemplo, fecha aos finais de semana). Por isso, muitas vezes é preciso sair da estação, caminhar a estação mais próxima e prosseguir a viagem. Isso aconteceu com a gente logo que chegamos na cidade, já que muitas linhas ficam fechadas entre os dias 24 e 26 de dezembro. Com o passar dos dias, você começa a entender como a coisa funciona e entende que é a forma mais prática e econí´mica de andar na cidade. Além de econí´micos, são confortáveis e tranquilos, sem aquela super lotação que nós estamos acostumados a ver por aqui.

Você pode conseguir o mapa do metrí´ (ou melhor, tube) em qualquer estação da cidade. Para conseguir traçar a rota, é preciso localizar a estação mais próxima de você e ir ligando os pontinhos e fazendo as baldeaçíµes necessárias até chegar o destino final.


Clique para ver o mapa em tamanho maior!

Agora se você tem iPhone, vale a pena baixar o aplicativo Tubemap (de graça!) que traça a rota que você precisa cumprir para chegar a cada destino: basta você adicionar o ponto em que você está e aonde deseja ir e o aplicativo traça a melhor rota para você fazer pelo metrí´. O aplicativo também mostra a situação em tempo real de cada linha, evitando maiores surpresas.

Não tem iPhone? Não tem problema. O site oficial dos transportes da região metroplitana de Londres oferece um serviço bem parecido com o aplicativo do iPhone. Basta acessar o site, colocar sua origem, lugar de destino e os meios que você está disposto a usar para chegar até lá (overground, underground, í´nibus e catamaran). í‰ só pegar uma horinha no PC do hotel e tá tudo resolvido :D

O valor da passagem costuma ser bem carinho. Ao contrário do Brasil, na hora de comprar o bilhete você precisa informar ao atendente a rota que você pretende fazer para que ele possa fornecer um bilhete. Para se ter uma idéia, um bilhete para ir do aeroporto de Heathrow até a região de Westminster (centro) custa £4,50. Uma dica importante para quem for para lá e pretende usar o transporte público é investir no Oyster Card, uma espécie de Bilhete íšnico em que você consegue carregar para usar por quantos dias você quiser ou estiver na cidade. Para 7 dias, custa o equivalente a £50 e você pode andar por Londres inteira quantas vezes você quiser ao dia. í‰ só chegar no guichê e dizer que você quer comprar um Oyster Card para todas as zonas para usar pelo número de dias que você pretende ficar na cidade.

Além famoso í´nibus de 2 andares e do Tube (Underground e Overground), o sistema de transporte londrino ainda conta com o O², feito em catamaran que faz o translado leste/oeste de Londres pelo rio Tí¢misa e funciona exatamente como os meios de transporte públicos convencionais, com direito a estação de embarque (pier) e tudo mais. E são SUPER confortáveis, com poltronas, TV e até uma cafeteria a bordo. O O² não está incluso no Oyster Card, mas com a apresentação dele você ganha 10% de desconto.

Vale não só como mais uma opção para deslocamento na cidade como um passeio pelas margens do rio Tí¢misa, que proporciona visuais mágicos como esses:

Os famosos taxis londrinos são ótimos e com precinho camarada, mas deixe-os como uma última opção. Além de prático, o transporte público londrino é uma atração a parte.

Falando em inglês:

Se você sabe o básico de inglês, é o suficiente para se comunicar lá. Eu fiz bons anos de cursos, sei escrever e ler bem, mas confesso que sempre tive medo de conversar em inglês, mesmo durante as aulas. Chegando lá me vi obrigada a me comunicar e consegui me virar muito bem. Sai 1x sozinha para dar uma volta por West Croydon e comprar coisinhas, parei algumas vezes para pedir informaçíµes e consegui bater um papo com os seguranças e vendedores das lojas.

Nos primeiros diálogos é natural você pensar e responder em português ou dar branco em algumas palavras, mas logo depois você se solta e começa a raciocinar em inglês. Além disso, os ingleses são muito gentis e não fazem vista grossa com relação a embromations ou brancos -eles até ajudam corrigindo ou completando a frase. F-O-F-O-S!

Temperatura

Londres, ao contrário do que eu imaginava, não é tão frio assim. í‰ frio, mas não tanto quanto eu imaginava. í‰ um frio um pouco diferente do que nós estamos acostumados, mas totalmente suportável. Para se ter uma idéia de comparação, é como São Paulo num dia MUITO frio. A temperatura mais baixa que eu peguei lá foi -1ºC. Nos dias seguintes, a média foi de 7º C, chegando até 10ºC em alguns perí­odos do dia. Esse lance de temperatura é até engraçado, porque a gente conseguia saber quem era nativo e quem era turista só pela quantidade de roupas (sim, as inglesas usavam saia sem meia e camisas mesmo nessa temperatura). Para nós turistas, luva, gorro, cachecol e um bom casaco são essenciais.

Fui uma semana depois da nevasca e durante o perí­odo em que eu fiquei lá, não houve nem um sinalzinho de neve. Tudo o que eu consegui ver foi um resquí­cio da neve que virou gelo:


Neve #fail

Ruim pelo lado que eu sempre quis ver neve de perto, mas bom porque com nevasca, seria muito difí­cil conseguir sair do hotel e com isso, perderiamos boa parte do nosso dia.

No primeiro post da série dei algumas sugestíµes de roupas para levar na viagem e sobreviver ao frio. Vale a pena conferir e levar em conta o lance da roupa térmica.

Fuso horário, horários e afins

O fuso horário de Londres é de 3 horas para frente em relação ao horário de Brasilia. Logo na chegada você não sente tanto essa diferença, principalmente se o ví´o for de madrugada. Com o passar dos dias essa diferença fica mais clara, principalmente somado ao fato que Londres escurece MUITO cedo no inverno, e acaba dando um nó na nossa cabeça. Mas depois de 2 dias a gente começa a se acostumar com essa diferença e cria uma percepção de tempo.


Pode parecer brincadeira, mas essa foto foi tirada í s 16hrs

Outro aspecto que você deve ficar de olho é o horário de funcionamento das lojas. Ao contrário do Brasil, grande parte das lojas (inclusive shoppings) funcionam em horário comercial das 09:00 até í s 17:30. As lojas da Oxford Street, principal rua comercial de Londres e aonde se concentra lojas como GAP, Selfridges, Top Shop e H&M, costumam ficar abertas até í s 20:00.

PS: estou MUITO feliz que vocês estão gostando da série de posts sobre Londres e principalmente, em saber que eles serão úteis para vocês. Fiquei surpresa também em saber que é o sonho de muitos conhecerem a terra da rainha. Por esses e outros motivos, sintam-se a vontade para fazer perguntas e fazer sugestão de posts relacionados a viagem. Vai ser um prazer compartilhar um pouco do que eu vivi com vocês :D

Primeiro post da série: Os primeiros passos: passaporte, visto, libras e embarque
Próximo post: Como se alimentar em Londres?

51 comentários em “Destino: Londres – Chegando Lá”

  1. paulo roberto às 03:53

    Olá pessoal , eu fui a Inglaterra agora dia 22/02/2015 passar a férias e foi bem tranquila na passagem na imigração , observei que a grande maioria dos brasileiros que estavam no avião da TAM conseguiu tranquilamente passar na imigração . Quando chegou na minha hora oficial de imigração inglesa só fez as perguntas básicas que eles geralmente fazem , eu responde todas elas e também comprovei com as documentação , ai ele carimbou tranquilamente meu passaporte em 2 minutos. Eu observei que basta você comprovar que você realmente está indo a turismo levando se possível todas documentações e dinheiro necessárias para ficar todo o periodo da sua estadia no UK e ficar bem tranquilo na hora das perguntas feitas por eles , de maneira alguma não minta , e por fim confia em Deus que vai dar tudo certo! Espero que eu tenha ajudado , boa sorte!

  2. Rafael Rodrigo às 18:34

    Excelente!

    Passei a virada do ano (2013/2014) em Londres, e admito, ME APAIXONEI.
    Vic, você disse com clareza tudo como é lá, descreveu muito bem, mas ainda digo á todos, é muito, MUITO mais que isso… palavras, fotografias jamais conseguiram expressar o que é estar lá, caminhas por aquelas ruas e avenidas frias!
    Como você disse, estranhei muito com o horário, foi uma bagunça total, pois, tinha ficado 10 anteriores em Barcelona, um pequeno fuso, aí você se enrola todos, BRASIL, BARCELONA e LONDRES rs, realmente o dia acaba muito cedo, a noite chega rápido.
    Quanto á língua, realmente penei um pouco, como disse, fiquei 10 dias em Barcelona, não fiz curso nenhum de espanhol e inglês, mas sei o básico do inglês, porém, aprendi o Espanhol, e cheguei em Londres falando Espanhol, foi uma loucura, até me adaptar, ai voltei no dia 01/01/2014 para Barcelona e adivinha??? Falando em inglês com o povo Espanhol… eu ria de mim mesmo, é uma mistura muito boa!
    Londres, é lindo, perfeito… porém, é um lugar "cinza" no inverno, acaba se tornando um pouco triste.

    Abraços
    Rafael Rodrigo

  3. bruunaduarte às 15:26

    Amei simplesmente TUDO! Ainda bem que achei seu site!!
    Vou em janeiro para oxford e tbm estou contando minha história no http://www.brunaduarte.com.br
    Beijos

  4. Henrique às 04:01

    Muito útil seus post.
    Estou indo a London agora no segundo semestre após a copa.

    Os preços estão gritando de muitas coisas por lá agora.
    Mas enfmi irei eu e mais 2 amigas, ancioso mais tenho que confessar um pouco com medo.
    Mais espero que dê tudo certo, principalmente na imigração!!!!
    Iremos para morar naquela torre de babel *__*
    bye bye

  5. marii às 21:36

    Suas dicas me ajudaram mt ,já até baixei o app que vc citou n texto :)
    Queria saber se planejar uma viagem de 8 dias com uns 5 amigos ia sair mt caro nas passagens.
    TÔ planejando ir em julho de 2013

    Valeu as dicas!

  6. Maria Lima às 15:21

    oi. eu estou pensando em viver em Londres e estava pensando… O que fazer em Londres quando nao se tem um celular tipicamente londrino.. O que eu quero dizer é; se eu quiser viver em londres eu tenho de comprar um celular pois se quisere concorrer a um trabalho dar meu numero, certo?…
    me reponda.beijos.

  7. Thalita às 14:58

    Olá, estou indo para Londres no final de abril… e sozinhaaaa…!!! estou um pouco desesperada com a ideia, rs, mas super ansiosa, o que vc teve mais dificuldade lá? É muita informação.. estou perdidinha rs

    bjs

  8. Anny às 20:45

    Taxi em Londres com preço camarada? Quando eu fui não achei não! Bjinhis

  9. Helóra às 22:12

    Em londres tem muitos garotos bonitos?

  10. loversucks às 17:12

    Me identifiquei tanto com vc nesse post!
    Encontrei seu blog por acaso e agora com certeza irei ler essa série sobre Londres desde o início!

    Obs¹ Estou logada em um blog que ainda nem dei início, era pra eu ter feito meu primeiro post sexta passada, mas sabe como é.. PREGUIÇA :p
    Obs² Sobre essa nevasca, not cool. Por causa dela ao invés de chegar em Londres, fui parar em Bristol um dia depois do planejado e no final da tarde. Totalmente se vira nos 30! hahaha

    Beijos!

  11. bruna às 21:36

    muito mara

  12. Marianne às 20:43

    Oi Victória,
    Tô organizando minha viagem pra Londres a alguns meses e só hoje encontrei seu site, por uma super sorte!

    Tô adorando suas dicas e mesmo já tendo lido diversos sites foi o primeiro local que eu vi VARIAS das minhas dúvidas sendo respondidas!

    Obrigada pelos posts ajudaram mt na minha viagem, mas to com mais uma dúvida… Quando você chegou em Londres você usou o metrê pra ir para o local onde iria ficar? O como foi levar a mala no metro?

    Obrigada e bj
    Mari

    1. Victoria Siqueira às 21:26

      Oi Mari!

      Poxa que bacana que você gostou das dicas :D Eu senti muita falta de informações sobre a cidade, por isso fiz questão de compartilhar tudo que eu vivi, detalhe por detalhe, para ajudar outras pessoas que estão de viagem marcada e ás vezes nem sabem o que vão encontrar por lá.

      Sobre o transporte, eu sai do hotel e fui de metrô mesmo, porque o sistema de transporte lá funciona MUITO bem. Provavelmente vc vai desembarcar em Heathrow (confere? haha) e lá mesmo tem uma linha de metrô que te leva até a região central (essa linha te leva para a London Victoria e Picadilly Circus) e faz baldeação para as outras linhas. Para carregar as malas é tranquilo pq até para os ingleses é normal carregar a mala no vagão (qnd eu fui, famílias inteiras com mala indo pro aeroporto). O que eu te sugiro é fazer uma mala bem básica, com quase nada, para facilitar o transporte da mala entre uma estação e outra (e escadas, que a maioria são rolantes mas pode acontecer de vc encontrar uma escada normal).

      E não sei se você chegou a ler todos os posts da série, mas eu compartilhei de tudo, inclusive problemas com a alimentação que foi o que eu considerei mais complicado HAHAH… tá tudo aqui: http://www.borboletando.org/tag/londres/

      Qualquer outra dúvida é só me perguntar viu? Te ajudo com o maior prazer :D

      =*

  13. andrea às 10:29

    Oi Vic, tudo bom??

    Conheço seu blog a um tempinho mas fazia tempo que não visitava (olha que leitora chata!!) mas com certeza vou ficar voltando sempre aqui!! Ainda mais com esses posts de Londres!

    Que sonho essa cidade hein?? Já morei lá por 7 meses estudando inglês e sou apaixonada pela cidade!! Não vejo a hora de voltar pra lá =)

    Bom, o post está maravilhoso e tira muuitas duvidas para os que vão viajar pela primeira vez… so "detectei" dois errinhos básicos.. heheeh..

    o primeiro deles é sobre a central line ficar fechada nos finais de semana… naãããaãaaooo!!! hahahaah… não fale uma coisa dessas!!! junto com a piccadilly elas formas as principais linhas em Londres!! Dos 7 meses que eu morei lá, apenas UMA vez a central line fechou por causa de um acidente com uma pessoa.. fora isso ela não fecha… o que deve estar acontecendo são as reformas na linha, e por isso ela fica PARCIALMENTE fechada alguns finais de semana =)

    O outro ponto não é bem um erro, mas só um toque… Oyster para 7 dias por 50 libras só se for da zona 1 a 6, mas com certeza os turistas ficam mais na zona 1-2, que custa cerca de 27-28 libras, não lembro exatamente =DD

    Muito bom mesmo o post!!! Vou jaja ler os outros!!

    Beijos!!

    1. Victoria Siqueira às 11:39

      Oi Andrea!

      A cidade é MARAVILHOSA! Quero voltar, mas dessa vez para estudar. Vamos ver se ano que vem pós Olimpiadas rola :D

      E obrigada pelas dicas, só tem a acrescentar! Da Central Line eu também achei bizarrícimo pq né, são as principais. Quando eu cheguei lá estava fechada mas por causa do Natal, ai fui pesquisar e vi isso :O Mas vou dar um adendo ali HAHAHA

      Sobre o Oyster, a vantagem é que você pode explorar mais a cidade. A gente ficou em West Croydon, então acabamos pegando para todas as zonas pq a gente tava bem no quinto dos inferno. Mas vale a dica para quem quer ficar mais pelo centro da cidade.

      Fique a vontade para compartilhar mais dicas, eu e meus leitores agradecemos! <3333

  14. Gabriella às 21:42

    Vic que sonho hein?
    Que bom que voce realizou o seu… Ainda espero ir pra Londres também! estou adorando os posts e as dicas são excelentes!
    Voce viajou sozinha? Ficou quantos dias?
    E a respeito do pacote de viagem que voce foi… voce se importa em falar qual foi e quanto voce pagou?…

    Beijos adoro o Blog!!

    1. Victoria Siqueira às 23:41

      Oi Gabriella! Então, fui eu e mais 3 amigos e ficamos 8 dias. O pacote eu comprei no Submarino Viagens e somando tudo (pacote + seguro + taxa de embarque) por volta de R$ 2800. É um preço super em conta e bem mais barato do que em outras agências :D

  15. @elfinha às 22:02

    O metro daqui do Rio é muito básico e pequeno, tem só 2 linhas e agora, dependendo, vc nem precisa fazer baldiação… Ai quando vou a Sampa é aquela confusão de linhas e eu ja fico embolada! Imagina em Londres?!
    HUAhUAhUhauHAuHUAhuHA

    O O&sup2; parece a barca que tem aqui no RJ que liga o centro do Rio ao centro de Niterói, tb tem poltronas e tv e uma "barca-moça" que passa vendendo bebidinhas etc… hihihihihihi! Só falta o visual de Londres!

    Sim, eu estou adorando os posts!!!! Mais! Mais! Mais!!!

  16. Nicole às 01:20

    aaai Vicky, tava contando os minutos pro blog voltar ao ar, esses posts são tão legais, estou amando ler seus relatos! Espero que vc tenha coisas pra contar atééé vc viajar de novo e trazer mais curiosidades!

  17. Sara às 09:42

    Sempre suspeitei que os ingleses são simpáticos, devem ser tipo nós paulistas, levamos fama sem ser, pff.

    Ai as dicas estão muito legais Vi, to indo p proximo post, 1bj

  18. Alberto Gusmão às 07:53

    Aproveite bastante! :)

  19. lalanapoli às 21:42

    Minha amiga já foi para Londres também e ela adorou! Confesso que não é o meu primeiro destino de viagem que eu escolheria, mas eu gostei bastante desse post e dos outros de Londres. As dicas são super legais e dá até vontade de viajar, tipo, agora para lá.

    Beijos ;*

  20. Poly às 20:06

    Minha amiga quase se perdeu no Heathrow com suas 2 estações de metrô.
    Sempre lembro disso qdo alguém fala do sistema de transportes de lá
    :D
    Quero ir tbm!!!!!!!!!!!!!
    Pq vc não me levou na mala, dona Victoria Siqueira??

    1. Victoria Siqueira às 20:54

      HAHAHA clássico! A gente entrou umas 3x em trens achando que ia pra um destino e no fim, era para outro. Tem que sempre ler o maldito letreiro quando o trem vem pra ter certeza da onde você está indo senão…

      E pode começar a juntar as moedinhas para ir na excursão da Tia Victoria \o/ HAHAHAHA

  21. becodaimaginacao às 16:06

    Estou amando os posts! Sou doida para conhecer a Inglaterra, mas até agora não tive oportunidade (nem dinheiro), então tenho que ficar lendo e chupando dedo! haha

    1. Victoria Siqueira às 17:21

      Mas posso te garantir: não é caro! Faz uma cotação pelo Submarino Viagens… fiquei em choque com o preço e agora quero ir sempre :(

      1. becodaimaginacao às 17:51

        O problema é que minha mãe está apertada mesmo. E eu não quero ir para Inglaterra só para visitar, sabe? Quero fazer intercâmbio, aí tenho que esperar. Termino o colégio esse ano, então ficaria meio complicado. Ainda mais que é ano de vestibular, rs.
        Mas eu já entrei no Submarino Viagens e já vou deixar as dicas todas guardadinhas na memória. Quem sabe um dia? rs

        1. Victoria Siqueira às 17:57

          Claro! hehehe, mas cogite MESMO, mesmo se for para realizar a longo prazo. É uma experiência única. Espero voltar um dia lá para estudar também, ficar pelo menos uns 3 meses. Aquela terra é apaixonante <3

  22. nath às 23:11

    Que lindo *——–* Deve ser o máximo Londres, que vontade de ir meu ! Aliais, tenho vontade de conhecer o mundo todo , espero um dia poder rs !
    Amei o post, bjos ;*

    1. Victoria Siqueira às 17:22

      Vá sim! Viajar é uma delícia, abre a mente, relaxa… amo! <3

  23. @sernaiotto às 21:55

    To amando cada pedaço da saga e rezando pra um dia eu usar essas informações! Acho muito bacana da sua parte compartilhar todos os detalhes. Ah, to com o endereço novo… só pra avisar. Agora é blog.sernaiotto.com =) Kiss ~♥

  24. Sofia às 15:06

    estou a amar estes posts *-* obrigada
    o meu sonho é mesmo viver em Londres pois quero seguir Ballet e treinar la!

    Agora tenho 14 anos e em 2012 vou para la em Setembro eu vou para la antes de completar 16 anos. E vou ficar mais ou menos 6 meses que é o tempo de um ano escolar (so que este ano escolar é de Ballet (; ) mas estava a pensar que como vou sozinha do que preciso para entrar no pais e ficar la esse tempo sem ter preocupações, podes me ajudar?

  25. Amanda às 14:32

    Vivi, a série está ótima! Tenho vontade de visitar Londres quando eu casar – daqui a uns 4 anos – e, definitivamente esses posts serão de muita ajuda, gata! :DDDDD

    Estou com invejinha de você, Londres deve ter sido MÁGICA!

    1. Victoria Siqueira às 17:59

      Não vou pedir pra você me levar na mala pq né, não vou estragar a lua de mel… HAHAHAHA

  26. Uaba às 12:59

    Adorei os dois posts, super explicadinho! Quero muito conhecer Londres, deste ano não passa! hahah
    Vc vai fazer algum post sobre comida? Provou fish and chips? Sou gordinha! hahahah :DDD Bjs

    1. Victoria Siqueira às 13:27

      É o próximo post Uabita! Mas já te adianto que não quis experimentar pq meu fígado não aguenta a emoção da fritura :(

  27. Luly às 00:39

    Meu coração treme de emoção lendo o post ^^

    Isso de pensar em inglês é engraçado, porque eu sempre penso em inglês. TIPO MUITO!!
    Aliás, enquanto lia o post pensava em escrever isso nos comentários em inglês…
    … britânico!!
    É um lugar lindo, um dia vou conhecer minha terra do coração!!

    1. Victoria Siqueira às 18:02

      Lu, nem fala. Cada post que eu escrevo bate mais as saudades dessa terra viu :( Ai é tudo tão lindo, tão perfeito… a vida é mais feliz lá! HAHAHAHA quero voltar em breve, fato!

      O negócio em inglês eu sempre sonho muito em inglês e nos sonhos, bato O PAPO. Cheguei lá, a primeira palavra gaguejei, mas depois quebrei o gelo e deu tudo certo \o/ Acho que mais umas semaninhas lá e eu voltaria fluente hehehe

      =*

  28. Bia e Luíse às 22:15

    Não tenho viagem marcar para Londres nem nada, mas o post tá tão legal que li tudinho e ainda li o primeiro post hahahaha Muito legal você compartilhar tudinho assim, achei o máximo! E fiquei com vontade de ir para lá, afinal. Mesmo meu sonho sendo NY !

    Parabéns pelo blog!
    Beijos

    Luíse http://fomedemoda.wordpress.com

    1. Victoria Siqueira às 22:24

      Ai Luise, eu fiquei tão apaixonada por LDN que até esqueci de NY hahaha… mas espero ir um dia pra lá também. O primeiro post da série é bom pq vc consegue usar as msm dicas para outros destinos. :D

      Obrigada pelos elogios =*

  29. thiago às 21:53

    ahhh que perfeito! Veio em ótima hora esses posts. Eu vou conhecer a terra da rainha em março, realizar meu sonho de criança, tô todo abestalhado de tanta ansiedade hahaha. Já mandei o link desses posts pra todo mundo que vai comigo.
    Valeu pelo post victoria :)

    1. Victoria Siqueira às 22:22

      Ai Thiago, eu sei BEM como você está se sentindo agora. Londres sempre foi um dos meus grandes sonhos. Juro que demorou a cair minha ficha que eu estava lá, só caiu mesmo na hora que eu vi o Big Ben. Espero que esse post ajude mesmo vocês :D E qualquer dúvida é só perguntar viu? :)

      =*

  30. Laís às 20:52

    Muito legal essa série de posts sobre Londres! Normalmente, a gente só encontra na internet guias sobre compras e hospedagem, achei muito legal vc ter se preocupado em contar cada detalhe, inclusive como proceder antes de viajar e ao chegar no país! Um dia, quando eu visitar a terra da rainha, vou imprimir esses posts e levar comigo ahsuahsuahsushasuahsu!

    1. Victoria Siqueira às 21:09

      Eu gosto dessa coisa de experiência real e senti muita falta de ler. E ainda quando encontrava, achava muito vago. A primeira coisa que eu queria fazer quando voltasse era justamente isso: colocar aqui no blog as experiências realmente reais de como eu me virei lá. Fico feliz que vc esteja gostando e pretende usar em breve. Se precisar de companhia é só chamar, tô louca pra voltar lá *-* hahaha

      =*

  31. Patrícia às 20:45

    Estou adorando a serie de posts porque eu amo Londres, e um dos meus maiores sonhos é conhecer essa cidade. Sou nova ainda, não sei muito bem dessas coisas de passaporte e tals, por isso achei a serie interessante. Estou muito mais informada agora hahahah
    beijos

    1. Victoria Siqueira às 20:56

      \o/ eeeeeeeeeee! fico feliz que a série esteja sendo útil pra vc. Qq outra dúvida, é só perguntar pra mim :D

  32. @melecanacozinha às 20:43

    O meu sonho sempre foi conhecer Londres, assim como voê nunca me liguei mto em disney. Estou amando os seus relatos! Tive uma amiga que foi p lá tb e achou mto estranho as mocinhas estarem de blusinhas num baita frio!

  33. @galdinohp às 20:09

    Adorei esse post, aliás, vou acompanhar essa "série" de posts sobre Londres.
    Eu pretendo morar lá, não sei quando mas pretendo, rs.
    Eu fico me imaginando lá e surto toda vez que leio os livros da Marian Keyes (e da Sophie Kinsella, como a @sininhu me lembrou agora, rs).
    Enfim, achei interessante o fato de você falar que eles não são tão frios, sempre achei que eles fossem meio hostis até com quem falasse inglês com sotaque americano (por isso que, no inglês, sempre fico treinando as 2 pronuncias – se bem que isso é mais um lance de sotaque, né?)

    Aguardando ansiosamente os próximos posts!
    ;*

  34. sininhu às 19:21

    Adorei esses posts de Londres!
    Acho super útil pra quem pretende viajar, pq por mais que tu compre mil guias nas bancas, nunca será tão pessoal e tão verdadeiro quanto ao relato de uma pessoa que passou pela experiência e não precisa ser imparcial.
    Todos os detalhes até agora ficaram bem completinhos.

    Só aguardo ansiosamente o post com dicas de compras, principalmente de roupas!
    Quando eu for pra Europa, vou criar meu itinerário baseado nas lojas locais (becky bloom feelings) hahahah.

    Beijo ;*

    1. Victoria Siqueira às 20:57

      É fato! Eu comprei os guias mais por localização mesmo, pq no final, você acaba tendo que se virar pq as dicas não são tão específicas \o/

      Pode deixar que vou fazer a série só de compras HAHAAHA =*

  35. @marianasthings às 19:18

    A série de posts tá ótima!

    London, muito amoor <3

Deixe seu comentário!