#Destino: Londres – Guia de Compras Pt II

postado em  •  22 comentários

Não, eu não abandonei o blog nem desisti de postar a série de Londres. Mas devido a probleminhas técnicos (vocês perceberam que nesse “hiatus” o blog saiu do ar por alguns dias?) e alguns familiares, acabei dando uma sumida. Mas agora estou de volta para prosseguir com a série de posts sobre a viagem e compartilhar mais um pouco dessa experiência!

Este post é a continuação do Guia de Compras, desta vez fazendo uma resenha de algumas das lojas que eu tive oportunidade de conhecer durante a viagem. Para ler a primeira parte (atualizada!), clica aqui e VEM GENTE!

Aonde comprar em Londres?

As principais lojas ficam na região da Oxford Street e Regent Street, portanto, se você vai tirar um dia para fazer compras, sugiro que você vá para esta região. Algumas lojas como a Harrods, apesar de ficarem fora deste circuito, são bem próximas e de fácil acesso graças ao incrí­vel sistema de transporte da cidade que eu já disse nesse post aqui.

Abaixo segue algumas das lojas que eu conheci e um pouco das minhas impressíµes sobre cada uma delas (e como chegar lá tb!) ;D

– Harrods

87”“135 Brompton Road, Knightsbridge Knightsbridge Station

Ir a Londres e não fazer uma visita a Harrods não é ir a Londres. Além de ser considerado um dos mais famosos templos do consumo de luxo em todo mundo, a Harrods é sem sombra de dúvidas um dos principais cartíµes postais da cidade. Nos 5 andares da loja (e um subsolo!), é possí­vel encontrar de tudo um pouco: cosméticos, roupas, joias, acessórios, eletrí´nicos, decoração, livros, cds/dvds e até uma área gastroní´mica que une bares, restaurantes e uma espécie de mercadinho com iguarias como caviar e champagnhes.

A minha felicidade é o crediário das Casas Bahia, digo, o sale da Harrods


Algumas marcas contam com coners (vulgo quiosques) próprios e funcionam digamos, de forma independente porém dentro do mesmo espaço. A M.A.C. por exemplo, tem seu próprio quiosque lá dentro e maquiadoras-vendedoras a disposição para ajudar na escolha dos melhores produtos -diga-se de passagem, umas fofas, ao contrário dos vendedores da maioria das lojas M.A.C. brasileiras. Na Louis Vuitton, outra marca que conta com seu espaço próprio, tinha filas quilométricas para entrar. Outras como Mulberry, Dior e Marc Jacobs ficam em exposição e sempre tem algum vendedor próximo para dar maiores informaçíµes sobre o produto.

Como eu fui bem na semana da famosa e tradicional liquidação da Harrods pós Natal, consegui garimpar e encontrar algumas coisas que valeram MUITO a pena. Além dos descontos da liquidação, a Harrods ainda reembolsa os impostos do VAT que eu disse na primeira parte do guia e pode chegar até 15%. Peguei óculos da Fendi para mamys com 70% OFF (£95, aproximadamente R$ 266). Ainda no setor de ótica, a Camies arrematou um Ray Ban Clubmaster por umas £30 (R$ 87).

O corner da Swarovski também é uma ótima opção para quem gosta de joias e quer guardar uma lembrança para toda a vida da viagem (meu caso!), com preços bem mais acessí­veis aos praticados no Brasil -além do certificado de garantia vitalí­cia que vale para o mundo inteiro.

Coração de cristais Swarovski por £50 (R$140)


O setor de cosméticos também surpreende, principalmente para quem é apaixonado por perfumes, creminhos e afins. Durante a liquidação, era possí­vel encontrar sets (aqueles kits especiais de perfumes + outros produtos da linha) e perfumes avulsos por preços muito abaixo dos praticados inclusive no Duty Free. Trouxe pro meu pai um set do Gucci For Man com EDT 100ml + pós barba por £18 (R$50). Sets de perfume + creme como Very Irresistiblé da Givenchy e Parisiense da YSL custavam por volta de £30.

Mas o grande achado da Harrods foi sem dúvidas meu iDock da Hello Kitty por £35 (R$98!). Vi, me informei sobre a tarifação, descobri que não tinha problemas e voltei no dia seguinte para buscar. í‰ PURO AMOR MEUS AMIGOS.


Chupa Imaginarium!


Sobre a isenção do VAT nas compras feitas na Harrods, você deve, após as compras, descer até o subsolo da loja e procurar pelo setor responsável. Lá você deve apresentar seu pasaporte e as notas para que eles providenciem a documentação para reembolso que deve ser apresentado í  Alfandega no aeroporto de Londres.

– Selfridges

400 Oxford Street London W1A 1AB Bond Street Station

Se você gosta de lojas no mesmo estilo da Harrods e está a procura de roupas de grifes famosas a preços pouco mais acessí­veis, inclua a Selfridges em seu roteiro.

Assim como sua principal concorrente, a Selfridges conta com andares aonde é possí­vel encontrar de tudo um pouco. Se na Harrods o destaque fica para os cosméticos, acessórios e joias, aqui o que mais chama atenção são os corners de grifes famosas vendendo roupas a preços bem mais acessí­veis. Clique aqui para conferir a lista inteira de marcas disponí­veis na Selfriges.

Além dos corners de marca própria, existem alguns multimarcas que costumam ser BEM interessantes. Em uma das minhas garimpagens, consegui arrematar 2 camisas xadrez estilo boyfriend da Wrangler por £15 (R$42) cada.

Para as apaixonadas por maquiagem, além da M.A.C que você encontra praticamente em todas as lojas de departamento de Londres, a Selfridges conta com corner de marcas que nós não encontramos por aqui como a Ilamasqua, Benefit e Nars.

Aqui eles também liberam o reembolso do VAT, basta procurar o setor responsável pela preparação da documentação e apresentar novamente o passaporte e as notas dos produtos comprados na loja! :D

– House Of Fraser

318 Oxford Street Bond Street Station

Mais uma loja de departamento da série “must have to know” não pela variedade de produtos, mas mais como uma segunda opção para comprar principalmente cosméticos. Na verdade a House Of Fraiser tem um esquema mais descolado e mais próximo das lojas de departamento que a gente conhece. Outra vantagem é que a HOF é uma rede com unidades espalhadas por toda a cidade. Pelo site é possí­vel encontrar uma loja mais próxima do seu hotel.

Além da perfumaria, eles vendem roupas de marcas como Diesel, Armani Exchange e DKNY. Vale a pena a visita.

– H&M

174-176 Oxford Street Oxford Circus Station

A famosa loja de departamento com lojas espalhadas em vários paí­ses dispensa qualquer tipo de apresentaçíµes. Ou não.

A H&M é super bacana para quem está quer investir nas últimas tendências a um preço amigo, mas que não fica tão apegada a qualidade. Achei as peças bem bacanas quando olhei na arara, mas quando peguei na mão não curti muito. í‰ roupa estilo C&A: você paga razoavelmente razoavelmente para usar por um curto perí­odo, passam alguns dias e começam a surgir bolinhas, furos e etc. í‰ a velha história do custo benefí­cio, principalmente com a cidade inteira em liquidação -preferi pagar algumas libras a mais em uma peça com uma qualidade melhor do que na H&M. Foi o caso das camisas da GAP que eu paguei £16 e na H&M custava £13.

Sai com uma sensação de decepção sabe? (insira aqui um qí¼en qí¼en qí¼en)

– Topshop

216 Oxford Street Oxford Circus Station

Essa dispensa MESMO qualquer tipo de apresentação. A Topshop é mundialmente conhecida por traduzir as principais tendências das passarelas a preços mais acessí­veis -ou melhor, menos absurdos.

As peças são lindas e com uma qualidade bem superior a da H&M. O preço não é tão atraente quanto sua “prima pobre”, mas ainda assim compensa pelo custo-benefí­cio. Bolsas, sapatos, roupas… tudo lindo, incrí­vel, de encher os olhos.

Além da marca própria (preços bem mais em conta!) e das peças assinadas por estilistas e outros nomes como a top Kate Moss (prepare o bolso!), é possí­vel encontrar jeans e outras peças de marcas como Levi’s e Lee.

– The Body Shop

268 Oxford Street Oxford Circus Station

Uma daquelas maravilhosas lojas gringas que a gente sonha em ver no Brasil (dizem as más linguas que vem em breve, procede diretor?). A The Body Shop é uma franquia inglesa que tem como principio a produção de produtos com material orgí¢nico e não testados em animais (ponto pra eles!). í‰ talvez, a marca de cosméticos com loja própria mais famosa da Inglaterra. Assim como algumas redes de restaurante que eu citei aqui, você encontra uma TBS a cada esquina.

Já tinha lido muitas resenhas sobre a marca em vários blogs e muitas conhecidas que vivem viajando elogiarem e recomendarem os produtos. Confesso que marquei bobeira, porque os preços eram excelentes (3 cremes por £14 -R$ 35!), acabei deixando para pegar depois e no fim, não conseguia passar a tempo de encontrar uma loja aberta. Quando eu cheguei no Freeshop, um creme saia $22. Quer dizer…

– TK Maxx

Centrale Shopping Centre. 21 North End West Croydon Station

Nunca tinha ouvido falar na TK Maxx, mas foi uma das lojas que mais me surpreenderam durante minha estadia em LDN. A primeira vista, o outlet com jeitão de loja de departamento dá um pouco de medo pela baguncinha e as longas araras e roupas amontoadas.

Conheci a loja do Cristale em West Croydon (fica ao lado do hotel que nós ficamos hospedados!) e passava por ela mais para cortar caminho do que garimpar coisas. No dia que eu resolvi dar uma olhadinha nas coisas, me surpreendi e sai com coisas tipo essa bolsa:


“Wannabe” de Alexa em couro por £14 (R$ 42)


A regra aqui paciência e disposição para garimpar coisas bacanas. Além de marcas inglesas, você consegue achar acessórios e roupas de marcas mais famosas como Calvin Klein e Nike por preços super camaradas. Vale a pena tirar uns minutinhos e se jogar com força lá!

– GAP

223-225 Oxford Street Bond Street Station

Confesso que eu nunca babei ovo pela GAP e ao chegar em LDN e me deparar com uma loja, torci um pouco o nariz. Mas confesso também que a rede norte-americana também foi uma das gratas surpresas durante a tarde de compras com roupas bem bacanas a preços honestos.

A GAP vai muito além dos moletons que nós estamos acostumados a ver por aqui e me surpreendeu pela vasta opção de peças básicas mas com uma pegada mais urban-fashion.

A loja da Oxford Street é gigantesca e cheia de opçíµes para todos os gostos e estilos: camisetas, camisas, casacos, saias, vestidos e até sapatos, tudo muito bacana e barato. Acabei comprando 2 casacos de lã (um todo militar, diga-se de passagem) por 30. Sai de lá também com 2 camisas xadrez de flanela por £16 cada (R$45) e 1 camiseta boyfriend com detalhe de tule na gola e bolso de paetê por £9 (R$25) :D

Boots

385 Oxford Street Bond Street Station

Uma das coisas mais bacanas de ir para o exterior é caçar cosméticos e tranqueirinhas nas farmácias. A Boots é uma das maiores redes da Inglaterra e possui várias unidades espalhadas pelo paí­s, por isso, não vai ser muito dificil você encontrar uma perto de você.

O mais legal da Boots é encontrar marcas como L’oreal e Bourjois a preço de banana. Comprei o famoso bronzer Délice de Poudre da Bourjois por (pasmem) por £5,99 (R$ 17), enquanto aqui costumo encontrar por, no mí­nimo, R$ 90. Foi lá que eu também encontrei uma das coisas que eu queria há tempos: os famosos bumpits, aqueles acessórios que dão voluminho no picumã tipo Amy Winehouse em Good Hair Day por £9,99 o/

Outra marca legal a venda na Boots e que vale a pena conhecer é a Rimmel, a mesma que criou a primeira máscara de cí­lios no mundo (por isso o nome “rí­mel”). Os preços são bem equivalentes as marcas mais populares como a Maybelline e os produtos são ótimos. Vale a pena conhecer!

Primeiro post da série: Os primeiros passos: passaporte, visto, libras e embarque
Segundo post: Chegando lá: imigração, transporte, temperatura e fuso horário.
Terceiro post: Como se alimentar em Londres?
Quarto post: Guia de Compras de Londres Parte I: as liquidaçíµes, os preços e (tcharãn!) como receber até 15% do valor das suas compras de volta!
Próximo post: Londres de Graça pt I: lugares incrí­veis para você conhecer na terra da Rainha sem gastar um tustão! o/

22 comentários em “#Destino: Londres – Guia de Compras Pt II”

  1. mariana da costa às 15:00

    ai é otimo nem sei o que dizer

  2. Hevellyn Talissa às 14:23

    Ameeei tudo sobre Londres vou viajar agora e me ajudou muuuuito tudo isso, só queria saber mesmo quanto que custa uma mala de viajem lá e uma câmera fotográfica, mais esses posts são ótimos me ajudou muito mesmo ameei tudo.

  3. Marianne Rangel às 14:25

    Essas lojas são realmente incríveis e vale a pena uma passadinha! Difícil não sair com nenhuma sacola. Mas uma loja em Londres que considero o maior achado em qualquer época do ano é a Primark. Lá é como liquidação todos os dias. Uma loja gigante com tudo muito barato. Roupas, bolsas, malas, casacos, pijama, lingerie, bijus, coisas de casa… nada custa mais de 15 libras. tenho bolsinhas transpassadas que comprei por 3 libras, blusinhas de zebra de 2 libras, uma mala linda por 12 libras, pulseiras de 1 libra.. Ótima pra comprar lembrancinhas tb… Óbvio que a qualidade não é maravilhosa, mas tenho roupas de lá que comprei há 4 anos atrás… Estou indo novamente para londres em agosto e não tenho dúvida que vou deixar metade das minhas libras por lá!! Numa próxima ida a Londres, vá na primark, vc não vai se arrepender!!
    Adorei o Blog!
    Bjs

    1. Mara Maia às 20:48

      Oi marianne! achei interessante esta loja que vc mencionou lá em londres, porventura vc sabe onde fica esta loja lá, pois vou pra lá e gostaria de ir até esta loja. Se vc pude me responder meu imail é mara.smaia@hotmail.com. obrigada. Bj. Mara

      1. Marianne Rangel às 21:22

        Oi Mara,
        Essa loja fica em uma das pontas da Oxford Street, a rua principal das lojas em Londres.
        De metro é só saltar na estação Marble Arch. Ao sair você vai dar de cara com ela! Não tem erro!
        Beijos

  4. Victoria Siqueira às 21:49

    Oi Bruna!

    Olha, comigo eles foram bem simpáticos e fofos. No segundo post eu falei um pouco sobre isso inclusive. Eles são bem amáveis, pelo menos no centro de Londres. Me contaram que nas cidades mais distantes eles são mais secos, mas não sei te dizer se é vdd. Agora se vc for pro centro de Londres ou para uma das cidades maiores, acho que vc n encontrará problemas :D

    Boa viagem e divirta-se muito nessa terra linda!

  5. Bruna às 21:21

    Farei uma viagem de intercâmbio com 4 semanas de duração e o destino é a Inglaterra. Sempre foi meu sonho conhecer o país, mas os comentários que as pessoas que já foram desanimam um pouco, justamente por essa questão de eles serem extremamente reservados. Mas sou muito tímida e tenho medo do que eu vá encontrar aí, tenho medo de não me "enturmar" e essas coisas… Qual sua opinião?
    Beeijo, Bruna.

  6. Natalie às 18:17

    Menina do céu, The Body Shop é tudo nessa vida. Eu comprei um creme esfoliante maravilhoso que vem com um óleo hidratante, é uma loucura! Até hoje lembro da minha cara de surpresa quando entrei pela primeira vez na Harrod's e vi as pessoas comprando verdadeiras fortunas em instantes. Passar por essas lojas faz parte do city tour londrino com certeza ;)

  7. Juliana às 15:20

    Estou indo para Londres mês que vem fazer um curso de inglês por 4 semanas. Fiquei encantada com os post, sem dúvida, bem esclarecedor. Obrigada pela ajuda!!! Ponto para você :)

  8. Nicole às 15:08

    Vicky, lendo a sequência dos seus posts de LDN, cheguei a seguinte conclusão: você é uma garimpeira profissional, pode até fazer um $$$ extra dando aulas para suas visitantes, que tal? hahaha
    A cada post fico com mais e mais vontade de ir pra lá, meus dois destinos a serem visitados sempre foram Inglaterra e Austrália!
    Beijos

  9. Camila às 11:05

    Muito bom e muito caro =/
    Tenho que juntar uns 2 anos ..ok,#soupobre

    1. Victoria Siqueira às 13:59

      Camila, eu tb achava que era caro mas depois a gente vê que não é como a gente imagina e que mesmo que seja caro, vale cada centavo. Também juntei dinheiro pra ir e pretendo fazer isso de novo em breve. Voltei renovada, feliz. Faz bem para a alma sabe?

      No primeiro post da série eu explico mais ou menos o planjamento da viagem e comento um pouco sobre valores, só pra ter idéia: http://www.borboletando.org/2011/01/destino-londr

      Junta dinheiro sim, faz uma forcinha. Vc vai ver que compensa E MUITO <3

  10. Gabriella às 20:12

    Vic, não quer contar por comentário quanto você gastou no fim dessa viagem não? Estou curiosa, e queria ter uma idéia de quanto fica, tirar uma média, e investir, HAHA! ADOREI O POST, SUA LINDA <3

    1. Victoria Siqueira às 20:20

      HAHAHAHAHAHAHA!

      Então, digamos que eu gastei o equivalente eu levei em libras para entrar no país por dia entre alimentação e compras. Aqui tem tudo explicadinho: http://www.borboletando.org/2011/01/destino-londr… :D

      Faz uma simulação lá no Submarino Viagens :)

  11. Mariely às 13:23

    Adorei tuas compras! Acho que eu ia à falência, viu? E as loja são lindas! Eu ia ficar meia hora só babando do lado de fora…. hahahahuahua

  12. Nary às 11:53

    Pode querer um delice de poudre nesse preço também?! Até no states é bem mais caro =~

  13. Tereza às 10:57

    Ah.. p viajar precisa d tanto dinheiro neh?! ;(

    1. Victoria Siqueira às 11:09

      Pior, quero dizer, melhor que não :D Eu contei um pouco aqui na primeira parte do guia, dei até a dica do Submarino Viagens que é bem baratjinho! http://www.borboletando.org/2011/01/destino-londr… achei tão barato que tô empolgada pra próxima HAHAHA

      E mesmo assim, vale tanto a pena viajar que todo o dinheiro do mundo compensa a experiência o/

  14. @anitapgm às 09:20

    Adoreeeei o post! Vou pra lá em setembro e tava caçando info sobre lojas, marcas, o que e onde comprar.. tchanan! Tá tudo aqui!! o/

    1. Victoria Siqueira às 11:13

      eeeeeeeeeeeeee \o/ aproveita e se joga por mim de novo!

  15. Gisele Ramos às 09:04

    Valeu pelas dicas! Estou indo para Londres em abril e já anotei todos os endereços!

    Bjo

    1. Victoria Siqueira às 11:13

      \o/

Deixe seu comentário!