Por uma vida com bônus, vidas extras e botão reset

postado em  •  12 comentários

DESEJO DA VEZ: Bí”NUS E VIDAS EXTRAS VITALíCIAS NO GAME DA VIDA

Nossa vida está cada dia mais associada a tecnologia, mas no fundo, gostaria que nossa vida fosse mais tecnológica, dessas cheia de recursos. Gostaria de ter um botão que eu pudesse pausar momentos que fossem eternos, voltar alguns minutos do “ví­deo” da minha vida para curtir novamente aquele momento feliz, avançar quando quisesse que aquele dia acabasse logo, dar um stop nos meus momentos de fúria ou apertar um eject quando eu quisesse que o filme acabasse.

Gostaria que meu cérebro fosse um sistema operacional como o Windows, que eu pudesse criar pontos de restauração, fazer backups, organizar as coisas em pastas, jogar o que não me interessa mais em uma lixeira e simplesmente dar o fim em tudo. Isso sem falar na função eraser ou no botãozinho delete afinal, quem nunca pensou em deletar um momento ou uma pessoa da sua vida?

Também não seria nada mal se eu pudesse ter um desses editores de imagem na vida real, não para corrigir minhas imperfeiçíµes afinal, ninguém é perfeito, mas não seria nada mal apertar um ctrl + alt + Z para desfazer um erro, uma palavra dita de forma equí­voca ou até mesmo aquelas não foram sequer pronunciadas.

Mas no fundo mesmo, queria ser um desses jogos de video-game tipo Mario. Queria poder pular nas estrelinhas para ter energia e principalmente, poder morrer algumas vezes, renascer, sair rolando pelo precipí­cio e continuar ali no jogo, até o game over. Talvez tenha essa necessidade porque não gosto de dar continuidade as coisas que eu considero perdidas. Tenho necessidade de mudar, de estar em constante transformação. Não gosto das certezas, da constí¢ncia, por mais que eu busque o conforto do sim nos braços alheios. Odeio ter a sensação de estar próximo ao game over, mas tenho prazer em recomeçar. Não consigo começar na metade do caminho de uma coisa que não me agrada, eu preciso sempre recomeçar do 0. í‰ quase uma coisa Fenix meets Mario: você cai no precipí­cio depois de tentar pular a ponte para passar para a outra fase, mas daqui a pouco ressurge ali, no mesmo ponto que você parou com um truque novo para pular a tal ponte. Caiu de novo? Tudo bem. Você ainda tem pelo menos 7 vidas para tentar. Game Over? Clica em reiniciar.

A grande verdade é que tudo na nossa vida tem um começo, meio mas não necessariamente um fim. í€s vezes é preciso desapegar de algo para que o recomeço aconteça, para que as coisas positivas possam fluir. No fundo, o fim é o começo de uma nova fase, um game over seguido de uma nova chance de pontuar mais e subir no ranking da vida.

Mas, ainda assim, quem não queria ter a chance de ser um pouco Mario í s vezes? :)

12 comentários em “Por uma vida com bônus, vidas extras e botão reset”

  1. Queen B. às 20:59

    Leio seu blog a taaanto tempo! E hoje dei de cara com esse post! Que post perfeito, exatamente isso que eu sinto. Por uma vida com botões a mais!
    Adorei.

  2. Bah Bordin às 14:54

    Fiquei apaixonada pelo texto! Já quiz muitas vezes dar eject e principalmente apertar o Ctrl + Alt + Z, mas como não é possivel temos que aprender a seguir em frente e esquecer os problemas, não é mesmo? Seria muito mais facil se tudo fosse um jogo virtual!

  3. Nise às 14:25

    Eu queria ter a memória e um processador de computador kkkkkkkkkkkkkk. Gostaria de ter mais espaço para armazenar as coisas também. Mas, a função delete, essa seria bem útil.

  4. Lillian Marques às 22:19

    A, gradáveis ou nãoos acontecimentos são necessários. Às vezes demoramos algum tempo, mas nos damos conta de que trouxeram algo que precisávamos.

  5. estela às 22:14

    Também ja quis deletar alguns momentos e algumas pessoas da minha vida….já quis voltar e desfazer certas coisas, nunca ter conhecido e gostado de algumas pessoas…mas apesar de tudo isso…tudo pelo que passamos é necessário para o nosso proprio crescimento e amadurecimento….tudo tem um lado bom…TUDO! :)

  6. Lec às 22:10

    Só não pode exagerar e virar o Click… =(

    Mas as vezes dá vontade mesmo de pular umas partes da vida!

  7. Adrika às 21:39

    Mesmo a gente querendo deletar tantos momentos ruins de nossas vidas, um dia percebemos que aquilo tinha que acontecer, e tinha um porque, seja pra entendimento da vida ou crescimento pessoal!
    Bjs com carinho =*

    1. Victoria Siqueira às 21:47

      É, é bem por aí. No fundo é tudo um aprendizado. Hoje nada faz sentido, tudo doi, depois entendemos e amadurecemos. E assim continuamos a vida.

      Aliás, já disse hoje o qto vc é querida e o qto eu gosto de vc? <3 Obrigada por estar ao meu lado nesse momento, sua linda!

  8. Loma às 21:38

    Nossa, amei! Eu me pego pensando em como seria fácil se a vida fosse assim, sabe? mas me dá a impressão – na verdade, tenho certeza – de que seria MUITO sem graça. Sabe? Sem as dificuldades, os micos, os erros e os medos… Mas adorei a sua idéia! Viajei aqui.. =)

    1. Victoria Siqueira às 21:44

      Eu tb acho que no fundo nossa vida seria chata, mas ao mesmo tempo ter esse recurso na mão seria tão bom… hahaha

  9. Leila às 21:31

    Oooohn, tava bem precisando ouvir (ou ler) isso hj

    1. Victoria Siqueira às 21:40

      :D

Deixe seu comentário!