março 2012

Madonna Gone Wild -e eu tô amando!

postado em  •  9 comentários

Gosto da Madonna desde que eu me entendo por gente. Lá em casa, meus pais sempre ouviram e admiraram sua carreira, inclusive nos momentos mais polêmicos. Lembro como se fosse hoje a primeira passagem da rainha pelo Brasil durante a tour The Girlie Show, para a divulgação do, seu talvez álbum mais polêmico, Erotica, que também foi meu primeiro LP de gente grande. Tinha lá pelos meus 5, 6 anos, não entendia absolutamente nada das letras, mas por algum motivo suas músicas me encantavam tanto quanto Xuxa, Paquitas, Trem da Alegria e outros artistas infantis. Mas vamos combinar uma coisa: que menina nunca sonhou em ser uma popstar poderosa como Madge em algum momento da vida?

MADONNA FAZENDO CARINHA QUE ESTí GOSTANDO DEMAIS

Os anos passaram, e minha admiração pela rainha continuaram, mas sempre com um olhar para o passado. Dos últimos trabalhos, confesso que o único que eu tenho um carinho especial é o Ray Of Light, de 1998, e ainda estava longe de ser AQUELA Madonna. Nesses 18 anos que separaram a Old Madonna de Human Nature, música em que ela pergunta ironicamente “Did I say something wrong? Oops, I didn’t know I couldn’t talk about sex” no seu primeiro album após sua fase mais dirrrty (Erotica + o polêmico livro Sex), o Bedtime Stories, da new Madonna de MDNA muita coisa aconteceu. Madonna deu a luz a duas crianças, adotou outra, casou (e se separou anos depois), deixou o sexo quase que pansexual de lado e incluiu a Kabbalah e Yoga no seu novo estilo de vida, bateu de frente com o Bush, fez confissíµes na pista da buatchy e fazendo a Lu Patinadora, encarnou uma personagem “Maddafoca”, veio pro Brasil (e eu fui!), cometeu ~incesto~ e namorou Jesus (aquele que também alcança o milagre nas Pick Ups mundo a fora), ficou morena, ruiva, voltou para o loiro, lançou um filme. Madonna foi muitas mulheres em uma só, encarnou os mais diversos personagens, sempre fazendo jus a sua fama de camaleoa. Mas enfim ela voltou ao papel que os fãs adoram: o da mulher cheia de personalidade, atitude e com um pezinho no vulgar… a boa e velha Madonna Bitch.

MDNA trouxe um pouco da Madonna que eu sentia falta nos últimos trabalhos, com exceção do Confessions, com letras divertidas e aquela pegada pop dançante que dá vontade da gente dançar alucinadamente na buatchy ou no quarto quando ninguém estiver olhando, coisas que só a titia do pop sabe fazer como ninguém. Se Give All Your Luvin”™ havia me deixado com uma impressão totalmente equivocada do que viria por aí­, mesmo me simpatizando com o single, faixas como Gang Bang (diga-se de passagem, minha favorita!), Turn Up The Radio e I”™m Addicted já fizeram o álbum inteiro compensar. E para completar seu comeback para o trono-mor do POP, Girl Gone Wild com aquele clipe lindo e maravilhoso, cheio de referências de clipes da sua época de ouro como Vogue, Erotica e Human Nature, mostrando que aquela Madonna está de volta de onde nunca deveria ter saí­do.

E como tá linda né? Claro que Madge conta com um mega aparato de beauté, algumas plásticas e outras intervençíµes estéticas, mas vamos combinar que ela está deslumbrante e, me arrisco em dizer até mais bonita do que quando tinha seus trinta e poucos. Diga-se de passagem, amei o cabelão com topetinho e a maquiagem básica com delineador e batom cor de boca no clipe de GGW. Já pode copiar o combo para a balada semana que vem? :D

Agora é só esperar dezembro para que ela cumpra a promessa que ela fez no show de 2008 e reforçou no chat de ontem no Facebook de passar com sua nova tour aqui no Brasil. E dessa vez juro que vou de VIP <3 PS: A Universal lançou um hotsite especial do MDNA para os fãs brasileiros e ficou tão divo quanto a rainha do pop, obra do amigue André Pacheco do Vestiário. Puxo luxo e glamour!

Boo, o cachorro + amado do Facebook, virou pelúcia

postado em  •  13 comentários

Que dono apaixonado por seu bichinho de estimação nunca sonhou em ter uma versão pelúcia do seu fiel escudeiro?

Nesse quesito, confesso que morro de inveja da dona do Boo, o cachorro-webcelebrity mais amado do Facebook. Depois de ter virado um livro recheado de fotos altamente fofas, o muso de 4 patas virou o que ele na verdade já parecia: um bichinho de pelúcia! í“í“í“í“í“í“í“í“í“í“í“í“í“í“í“WN :B

O SONHO DO BOO PRí“PRIO

A responsável pelo lançamento mais cute do ano é a Urban Outfitters, custa $24 (mais ou menos R$45) e sim, eles entregam no Brasil. Já pode encomendar gente?

Bomboniere Cool: os chocolates de caveira de Sparganum

postado em  •  11 comentários

Doces com uma pegada mais divertida, ao que parecem, são a sensação da vez. Depois da overdose de doces fofinhos e delicados como cupcakes e macarons, alguns dos nossos doces favoritos estão ganhando uma roupagem nova e cada vez mais criativa.

Uma prova disso são os chocolates super criativos e cheios de estilo criados pelo estúdio de ilustraçíµes Sparganum da Espanha. Inspirados na onda rocker, eles criaram chocolates em formato de caveira, nas versíµes chocolate amargo, ao leite e branco e com o cérebro, neste caso uma noz ou um marshmallow, í  mostra. O resultado é, no mí­nimo, curioso e fascinante.

Além da versão zumbi, ainda dá para encontrar também o crí¢nio de chocolate amargo ou ao leite e flocos de milho. Tem como não amar? :B

Curtiu? Tanto o trio de chocolates “zumbis” quanto o crí¢nio de 200g saem por €6,00 cada (mais ou menos R$15) no Etsy do estúdio :D

(via @santahelena no Facebook)

Beyoncé Way Of Life

postado em  •  19 comentários

Poucas mulheres no atual cenário musical merecem e fazem jus ao tí­tulo de diva e o direito de portar um ventilador próprio 24h como Beyoncé. Pode vir Gaga, Rihanna, Britney, Aguilera, Katy Perry e até mesmo a rainha Madonna: nenhuma consegue superar Queen B no quesito luxo, poder, glamour, plumas e cabelos ao vento.

Agora imaginem se Beyoncé encarnasse o mesmo papel de diva que ela encarna nos clipes e performances na vida real? Pensando nisso, as comediantes do The Katydids fizeram um ví­deo mostrando mulheres encarnando o “Beyoncé Way Of Life” na vida real, fazendo caras e bocas e coreografias em várias situaçíµes do nosso dia-a-dia, como no supermercado, jantando com o pretê ou no trabalho. O resultado não poderia ser outro: hilariante!

I die, apenas! Imagina você indo no mercado e Pí, coreografia de Crazy In Love, ou sentindo aquele frescor e cabelos ao vento em dias de calor como os que a gente andou passando nas últimas semanas, sem suar no bigodinho nem na testa? D-I-V-A!

Agora o que será que a mamãe de Blue Ivy Carter tem a dizer sobre tudo isso?

NA NA NA DIVA IS A FEMALE VERSION OF A HUSTLA

Te dedico Maraisa, a linda, a nossa Beyonce do Be8! A dica veio do Blue Bus.