O dia em que eu comprei fitas K7 em 2013

postado em  •  24 comentários

Costumo brincar que o eBay é um seleiro de coisas inúteis mas que você ~precisa ter~. Além de roupas e acessórios, uma das minhas maiores diversíµes por lá é caçar tranqueiras que me fazem mais feliz como toys, CDs, LPs e artigos raros dos meus artistas favoritos.

Minha última aquisição, e uma das minhas favoritas de todos os tempos, foram fitas K7 dos 2 primeiros álbuns do The Killers (vulgo minha banda favorita!), o Hot Fuss (2004) e o Sam”™s Town (2006).

killers-k71

Sim, são fitas C-A-S-S-E-T-E-S. Roots, tipo aquelas que nós tí­nhamos nos anos 90. Se aqui elas foram rapidamente substituí­das pelos CDs, em alguns paí­ses asiáticos elas ainda eram vendidas até poucos anos atrás. Tanto é que essas belezinhas aí­ de cima vieram diretamente da Malásia.

Como não me lembro de ter uma fita K7 original, só as ~virgens~ que eu usava para fazer aquelas maravilhosas mixtapes de rádio, tinha até esquecido que rolava um encarte. E foi o que eu achei mais fofo, porque é praticamente igual a do CD, só que vem em uma versão mais compacta. Muito amor!

killersk72

killersk73

killersk74

killersk75

Só sei que estou tão apaixonada que já comprei duas do Garbage e estou considerando comprar das Spice e dos Backstreet Boys por motivos de: quero guardar isso para a eternidade e mostrar para meus filhos! HAHAHAH ;)

24 comentários em “O dia em que eu comprei fitas K7 em 2013”

  1. Cleberson às 13:33

    Tenho vhs uns 30 filmes exterminador do futuro. Jurackssyparck. 007. E outros dublados

  2. Isaias D. da Silva às 12:44

    BAKANA!!!!

  3. Isaias D. da Silva às 12:43

    BAKANA!!!

  4. Arilson às 09:18

    Que bom seria que as coisas mais antigas não fossem esquecidas em decorrência da evolução destas para as mais novas, seria uma forma de respeito aos nossos antepassados que se empenharam bastante na descoberta das mesmas pois antes delas nada existia como base ou fonte de inspiração. A evolução dos instrumentos de captação de áudio deve muito a essas fitas cassetes e aos LPs que hoje são menosprezados no Brasil por causa da inserção de novas tecnologias advindas principalmente de outros países e que se espalharam por todo o mundo. Há países, portanto que preservam sua história, sua cultura adquirida durante seu percurso existencial para que as gerações que virão entendam melhor o surgimento das coisas, das novas tecnologias e o seu processo de evolução e desenvolvimento. Enquanto essa consciência não for inserida no meio da população não será possível resgatar os padrões antigos, os velhos tempos onde coisas boas eram produzidas e hoje encontram-se à mercê da população. Dizia-se que era o tempo de homens de vergonha, que empenhavam-se em fazer coisas para durar e não itens descartáveis como acontece hoje com a maioria das coisas que compramos, a exemplo diremos que os carros eram mais resistentes e não se espatifavam na primeira batida, os rádios pegavam todas as estações possíveis, os eletrodomésticos e fogões, geladeiras, livros, etc. Eram tudo mais bem caprichados e não eram produzidos apenas com finalidade econômica. Eram produzidos para gente consumir com todo respeito e carinho. E hoje podemos constatar o contrário em muitas coisas fabricadas que ás vezes expõe ao risco a própria vida humana.

  5. Bruna às 20:25

    Vendedor, pleaaaaaaaaaase :3

    1. Victoria Siqueira às 20:52

      Oi Bruna! Comprei de um vendedor aleatório no eBay e ele só tinha essas :B

      Mas fica de olho no eBay que vira e mexe, aparece pra vender. Essa semana mesmo achei para uma amiga :D

      Beijo!

  6. Ana Luisa às 13:04

    OMG qual o vendedor dessas lindezas?

  7. Iris às 07:53

    OMG CASSETES! HAHAHA
    Eu quando criança (pq eu era piveta nessa época, né) tinha cassetes da Eliana e da Xuxa hahaha Mas eu era muito estabanadinha, sempre fui, então eu rebobinava as fitas e sempre dava alguma merda e a fita estragava ): Desastre ambulante. Eu sempre gostei mais de LP's, mas as cassetes eram tão bonitinhas. Agora eu quero comprar, putz!

  8. Bruna Louise às 15:42

    Vou comprar uma das Spice Girls p/ mostrar p/ meus futuros filhos e netos… ;D

  9. CDB às 09:43

    Que legal! Adorava comprar fitas!

  10. Lorenna Guerra às 14:36

    Adoro The Killers mas não sou adepta de comprar fitar K7. Hahaha

    Victoria, adorei o background aqui do Borboletando., fofo demais!
    Fazia um tempão que eu não passava por aqui… voltarei com mais frequência.

    Beijos, http://www.garotasdizem.com/

  11. Bárbara às 13:29

    Fitas ORIGINAIS? Isso existe? :O

    Acho que a única fita cacete que tive foi uma dos Mamonas Assassinas, mas nem era original. Comprei em uma feira perto de casa. As outras que eu tinha eram todas gravadas do épico Nitroglicerina da antiga (e boa). Transamérica. :P

    Beijos!

    1. Victoria Siqueira às 17:03

      Pior que são originais, amg! HAHAHA Em alguns países da Ásia, eles tinham fita K7 até mais ou menos 2006/2007. Na Coreia do Sul tem até hoje, bem raro, mas tem. Fiquei chocadíssima!

      Das originais, só tive aquelas infantis, tipo áudio-livro. Fiquei emocionada em ter uma da minha banda favorita quase 2 décadas haha :p

      Beijo!

      1. Barbara às 02:16

        Pausa para reparar que eu ~não~ escrevi CASSETE como deveria /blush

    2. Isaias D. da Silva às 12:45

      VOCÊ USA FITAS K7 AINDA HOJE?

  12. Garota Carioca às 10:49

    Viajando no tempo aqui… que delícia!!! Tive mais de uma fita com encarte… ouvi muita fita cassete na adolescência! :)
    Mas você tem onde escutar? kkk

    Beijos!
    Clá

    1. Victoria Siqueira às 16:52

      Tenho Clá! Tenho um aparelho que ainda tem fita K7, e minha mãe usa para ouvir cd :D

  13. Karen Satie às 08:36

    aaah que lindo! que lindo! E esses encartes?! <3 ok que eu era muito nova quando ainda tinha dessas fitas em casa mas, lembro de colocar o dedinho e ficar enrolando a fita quando ela ficava zuada. hehehe
    beijo Vic (aka pessoa mais sortuda ever)!

    1. Victoria Siqueira às 17:05

      Ai Kah, mto amor <3 queria colocar essas K7 numa redoma de vidro e tão lindas. Apavorada para não riscar! HAHAHAHA

      Nossa, colocar o dedinho pra enrolar. E qnd ela dava uma embolada, o cuidado pra tirar a fita mesmo? Desesperos old school!

      Beijo sua linda

  14. Mariana às 02:00

    Nunca comentei nada aqui, mas preciso deixar registrado meu CHOQUE em saber q a) ainda existem k7 em 2013; b) eu nunca soube q k7 vinha com encarte… o.O

  15. mulhervitrola às 17:10

    AHHHHHHHH céus, me senti em 1998 agora! Gente, que saudade!
    Eu só tive uma original, que foi dos Mamonas (haha). Vinha encartezinho mesmo!
    O restante era tudo gravada direto do rádio, copiadas de regravações de amigos (imagina o quanto isso rodava? re-re-re-re-re-re-gravação da gravação! xD) e pirateadas compradas na feira de domingo.
    Demais isso Vic!

    Um beijo,
    Re

    1. Victoria Siqueira às 17:07

      Todas as que eu tinha eram da onde? FEIRA DO DOMINGO. Lembro que uma vez fiquei tão apavorada, pq vi na TV que eles prendiam que fazia falsificação, tarra com medo de prenderem meus pais! HAHAHHA

      Ai Re, 1sdd eterna.

  16. talitamesquita às 15:13

    Caraca!!! Eu preciso desses cassetes!!! <3
    Tem tempo que não entro no eBay. Depois que comprei sem querer um item de colecionador que ia me custar no total quase 2 mil (coisa que não tenho para dar assim do nada), eu não entro lá. Mas agora vou dar uma olhada.rs

    Beijos, Talita.
    Mil e Duas Coisinhas

    1. Victoria Siqueira às 17:09

      Nossa, demorei mto pra entrar no eBay, mas agora estou: viciada! HAHAHAHA

      Quero uma coleção dessas fitas, nem se for pra usar na decoração. São tão lindas :~

Deixe seu comentário!