Giro da Blogosfera #09

postado em  •  5 comentários

Olar amigos! Chegou o momento do final de semana em que eu faço uma peneira no meu feed e indico os posts que mais me divertiram ao longo dessa semana no meu, no seu, no nosso…

giro

Essa semana temos várias reflexíµes bacanas sobre comportamento, um post divertidí­ssimo da nossa rede social favorita, receita delí­cia para quem tem restrição alimentar mas não abre mão do sabor e um guia para você tomar vergonha nessa cara e abrir seu blog!

Para quem ama o Twitter, post da Fê está divertidí­ssimo. Leia no Fake Doll! Post com selo chuta-bundas de qualidade da Duds com o assunto da semana. Vale a pena ler e refletir! Gordinha, magrela, gostosa... não importa! A Ju Romano fez uma lista incrí­vel com motivos para amar seu corpo sempre! Mais um post linduxo, delí­cia e cheio de reflexão no Feliz com a Vida! Torta delí­cia para intolerantes no I Could Kill For Dessert. Ja pode testar? Quer fazer um blog e não sabe por onde começar? Dicona da Lominha! Image Map

Tem algum post para sugerir? Deixe nos comentários ou indique lá no grupo do blog no Facebook!

Mudando de assunto… essa semana recebi um dos jabás mais legais e divertidos da vida da Hasbro: um FURBY BOOM!

Eu era muito louca para ter um nos anos 90, mas meus pais achavam que eu estava muito crescidinha para ter um. Daí­ aqui estou eu, 15 anos depois, me divertindo loucamente com um, vide o ví­deo que eu coloquei no Instagram do Brandeeva (ou para os í­ntimos, Dee Dee) pirando com Shadowplay do Killers:

Mais uma vez muito obrigada Hasbro, que além de ter realizado um sonho de adolescência, fez meu feriado prolongado mais divertido <3.

Restaurante Web e a saga de como se manter saudável

postado em

Na minha opinião, um dos maiores desafios de manter uma alimentação mais saudável não é em a questão de comer fora de casa todos os dias por conta do trabalho mas sim, quando o dia está corrido e não me restam muitas opçíµes a não ser comer na mesa. Além de eu ter alimentação restrita por conta das intolerí¢ncias, confesso que não sou muito chegada í  junkie food diariamente e principalmente, na hora do almoço. Isso sem falar naqueles dias que eu chego super cansada do trabalho, estou sozinha em casa e preciso me virar na cozinha ”“adoro cozinhar, mas morro de preguiça de fazer comidas triviais e principalmente, de fazer o jantar depois de um longo dia.

Nessas horas, é bom sempre ter um plano B na manga. Desde quando comecei a trabalhar, virei adepta dos deliverys, mas depois de um tempo, a gente começa a enjoar das mesmas opçíµes sempre. Tem uns 3 anos que eu conheci o RestauranteWeb, numa época que eu trabalhava num lugar que haviam pouquí­ssimos restaurantes por perto, e foi praticamente amor ao primeiro clique.

rw1

rw2

Para quem ainda não conhece, o RestauranteWeb é o maior portal de restaurantes com delivery do pais, com mais de 2000 estabelecimentos cadastrados em mais de 16 capitais. Lá, você consegue não só localizar um restaurante que atenda na sua região como acessar todo o cardápio e fazer seu pedido online ”“uma enorme vantagem para aqueles dias que você está na correria ou para quem odeia falar no telefone.

O que eu mais gosto no Restaurante Web é a possibilidade de escolher o que eu quero comer entre uma infinidade de opçíµes que entregam na região aonde eu esteja naquele momento. Não importa o que eu queira comer: salada (<3 a Caprese da “A Chapa”, aqui de SP), massa, sushi, árabe, doces e até mesmo quando bate aquela vontade de comer um lanchinho ou uma pizza na sexta a noite. Tem para todos os gostos e situaçíµes, inclusive para quem tem uma alimentação restrita como intolerantes e vegetarianos.

Quer saber quais restaurantes estão na sua região? Basta acessar o RestauranteWeb, colocar seu CEP, localizar o que você quer comer e fazer seu pedido. Fácil, rápido, simples, indolor e maravilhoso! \o/

5 personagens que me marcaram e me representam

postado em  •  12 comentários

Este post faz parte da blogagem coletiva do Rotaroots, um grupo de blogueiros saudosistas que resgata a velha e verdadeira paixão por manter seus diários virtuais. Para ler todas as blogagens coletivas do Rotaroots, clique aqui. Quer participar? Então faça parte do nosso grupo no Facebook e inscreva-se no Rotation.

Quem nunca assistiu um filme e sentiu que aquele personagem poderia ser seu melhor amigo ou até, você mesmo? Ou ainda, aquela série que poderia ser um retrato da sua vida?

Costumo brincar que minha vida é um grande sitcom, dada as situaçíµes que acontecem comigo todos os dias. Tenho muita certeza que cada vez que eu entro em um ambiente, os sonoplastas soltam risadas tipo aquelas do Chaves.

Enquanto nenhum canal faz um sitcom baseada na minha vida, respondi a uma das blogagens coletivas do mês lá no Rotaroots, contando quais personagens do cinema/desenho/séries/novelas me representam ou que eu gostaria de ser. Vamos a minha lista? :D

#05 Um dos Ursinhos Carinhosos

Dentro da mente de uma “little Vic”, meu segundo sonho depois de ser Paquita, era viver aonde os Ursinhos Carinhosos viviam. Imagina, viver num lugar cheio de coisas fofas e amor? Abraçar cada um deles até os olhinhos pularem? Deitar nas nuvens? Poder pegar estrelas sorridentes na mão? Combater o mal soltando raios de coração diretamente da barriga? AAAAAAAAAAAAAAAAAAAH <3 <3 <3 <3 <3 <3 <3 <3 <3 <3 <3 <3 <3 <3 <3 <3 <3 <3

carebears

Serião, amo tanto que vira e mexe me pego assistindo a abertura ou algum dos episódios no Youtube! HAHAHA.

#04 Becky Bloom (Confessions of a Shopaholic)

beckybloom

Não o tempo todo, mas acho que todo mundo, em algum momento da vida, se identifica com a Becky Bloom -ainda que em uma proporção infinitamente menor do que a personagem. Afinal, quem não se sente mais feliz quando compra algo que gostaria muito ou ainda, comprou algo por impulso e se arrependeu?

tumblr_lvwvuzjygj1r81fifo1_500

Confesso que já fui muito mais consumista do que eu sou hoje e já trouxe muita tranqueira para a casa -de sapatos a maquiagem. Em tempos de eBay, AliExpress, Asos e outros sites tentadores, tento ser mais contida comprando apenas o essencial ou o que eu quero muito. Para isso, penso um trilhão de vezes antes de passar o cartão.
Continue lendo →