big brother

Sobre o BBB

postado em  •  17 comentários

Eu assumo: gosto de BBB e acho que todo mundo deveria confessar que dá aquela “espiadinha” como já diria o mestre de cerimí´nias Pedro Bial. E fique tranquilo, não há mal nenhum em admitir. Foi-se o tempo em que aqueles que assistiam ao reallity global eram vistos como “pessoas com baixo ní­vel intelectual e cultural”. Goste você ou não, o BBB virou uma das únicas certezas da nossa vida junto com o especial do Roberto Carlos. E as pessoas sentem, torcem e vibram como se fosse uma Copa do Mundo.

Após 10 ediçíµes, é natural que a história e seus personagens da vida real se repitam: o bom moço que é o sonho de qualquer sogra, a menina de famí­lia que não vê maldade nos outros e vira chacota da turma do mal, o pobre coitado que não tinha o que comer mas arrumou uma filmadora e um dvd para gravar o ví­deo de inscrição, as gostosas que já entram na casa devidamente siliconadas já pensando nos milhares de reais que ganharão posando nua, o vilão que é eliminado com uma porcentagem altí­ssima de rejeição e claro, o jogador que nunca admite que está jogando.
Continue lendo →