borboletando

Todo novo começo nasce do fim de outro começo

postado em  •  69 comentários

2014 foi um ano dos mais intensos pra mim. Dizem por aí que isso em a ver com o tal de Retorno de Saturno, que segundo a Astrologia acontece por volta dos 28 anos e é aquele momento em que tomamos consciência das nossas limitações e daquilo que podemos (ou não) fazer, tornando-nos mais maduros e fazendo com que muitas fichas caiam. É neste momento que passamos a separar o joio do trigo, a saber o que é essencial e importante para gente e aquilo que é supérfluo. É como uma peneira: separamos aquilo que nos faz bem e deixamos de lado aquilo que nos faz mal. E, muitas vezes, é um processo dolorido e cheio de reflexões, aonde muitos ciclos de fecham e consequentemente, outros se abrem. Os mais céticos dirão que é montagem mentira, mas eu posso afirmar que sim, retorno de saturno existe e ô, é destruidor mesmo.

Nestes últimos meses, tenho passado por um verdadeiro extreme makeover com relação aquilo que eu sou, o que eu faço da minha vida, o que eu gosto, o que eu odeio, o que faz parte dela e como eu quero conduzi-la daqui para frente. Como todo bom sagitariano, sou intensa e extremista, e gosto de exteriorizar cada uma destas mudanças para vários campos da minha vida. O Borboletando, inclusive, surgiu em uma destas mudanças ao longo da minha vida, há 8 anos e alguns meses atrás. O nome também não foi escolhido a toa: é uma neologia e carinhosamente atribui essa palavra ato de borboletar e promover uma metamorfose na vida.

Borboletando: s.f. do verbo intransitivo borboletar. Ato de transformar, promover a metamorfose, emancipação da borboleta; revolucionar, mudanças drásticas, renascer

Uma das minhas músicas favoritas da vida, “Closing Time” do Semisonic, diz que “todo novo começo vem do fim de outro começo” e não poderia fazer mais sentido neste momento. Muitos começos tiveram um ponto final e outros tantos tiveram um novo começo. E dentre esses tantos começos, finais e recomeços, o blog está entre um deles. A data para este novo começo não poderia ser mais significativa: 03/11, exatamente 1 mês para meu aniversário de 29 anos. E é com muito orgulho e prazer que eu venho apresentar não só um novo layout, mas um novo Borboletando, em muitos sentidos!

A primeira mudança é visual, com um layout novinho em folha. Queria algo que representasse o que eu sou hoje, com um layout mais clean e maduro, mas sem perder a graça e meu lado mais fun. Os responsáveis pela mudança foram os lindos do XCake, estúdio de design especializado em blogs e que tem como uma das sócias a queridíssima e talentosa Adrielly Sato. A princípio, a ideia era ser um layout ilustrado, mas com o passar do tempo, decidi partir para um conceito mais moderno, cheio de ousadia ft alegria. Conversando com a Adri, achamos que era uma boa ideia explorar o “collage”, combinando a estética kitsch e vintage com diferentes texturas (oi, glitter) e formatos. O resultado foi um mix de coisas que eu amo (tem f-l-a-m-i-n-g-o-s!), ideias que buscamos no Pinterest, e muitas doses cavalares de talento da Adrielly e da equipe do XCake. Não poderia estar mais satisfeita e orgulhosa do resultado. Recomendo demais o trabalho deles pelo cuidado, compromisso, delicadeza, compreensão de tudo que eu queria desde o começo.

Outra 9dade é que agora o blog é “mobile friendly”, com design responsivo e adaptado para diferentes resoluções. Além da arte do XCake, a Dani do Difluir ficou responsável por toda a programação e adaptação para todas as plataformas. Ou seja: sem desculpas para não acompanhar o blog aonde quer que você esteja!

borbomobile

Tanto o XCake quanto a Dani também deixaram o blog mais fácil e gostoso de navegar. Agora, clicando no meu ali em cima, você visualiza as principais categorias do blog e consegue localizar, mais fácil, posts específicos, como receitas ou Mixtapes que já passaram por aqui.

Ainda no visual, o logo do blog também mudou. Embora gostasse bastante do anterior, queria que ele também representasse essa fase minha fase mais madura e por isso, optei por algo BEM diferente. Ele tem essa carinha de assinatura, para combinar com essa vibe mais autoral, pessoal e aconchegante do blog.

logosborboletando

Pensa que as mudanças acabaram? Nananinanão! O blog deixa de ser .org e passa a ser .com.br. Mas não precisa se preocupar em alterar os links: todo conteúdo que antes estava disponível no domínio anterior será automaticamente direcionado para o novo. YAY!

Mas ainda tem muito mais por ir, já que essas são apenas uma parte das novidades que eu pretendo incluir nessa nova fase do blog. Com o fim da pós e o layout novinho (e lindo!), consigo ter mais tempo e motivação para mantê-lo atualizado. Minha cabeça tem fervilhado de ideias, mas boa parte delas vocês verão daqui alguns meses, já que eu preciso amadurecer e estruturá-las. A curto prazo, as mudanças já começaram: um blog mais dinâmico, bonito e principalmente, atualizado *prometo, de vdd!*. Novas TAGs vão surgir nos próximos dias, outras terão mais destaque por aqui e muitas, muitas outras novidades ainda estão por vir. Ah, e sugestões são sempre muito bem vindas, então fique a vontade para deixar a sua nos comentários ou então, no grupo do blog lá no Facebook.

É isso! Estou muito feliz em apresentar este novo Borboletando para vocês junto com essa minha nova fase e espero que gostem tanto quanto eu. E mais uma vez agradecer ao XCake pelo layout lindo-sucesso que encheu meus olhos de tanto amor e devolveu minha motivação de blogar :D

Mixtape #44 – Cake! Cake! Cake!

postado em  •  4 comentários

Oi gente! Como tá essa força? Todo mundo preparadí­ssimo para começar a semana? :D

Hoje é dia de Mixtape e a temática dela é super especial: é que amanhã, dia 20, o Borboletando comemora 8 anos de existência. O tempo passou muito rápido esses anos todos e eu juro que eu queria fazer uma comemoração mais digna, envolvendo o layout novo + um concurso cultural para os leitores mais incrí­veis da blogosfera, mas tive que adiar os planos para o segundo semestre por conta da correria que anda minha vida nestes meses.

Para compensar, a mixtape dessa semana vem em ritmo de festa e com gosto de bolo de baunilha com morango. Vem gentchy!!!!!!111111onze

mixtape44

Gostou dessa mixtape? Para baixar, clica aqui. E para ouvir todas as outras que já passaram para o blog, vem pra cá.

BRITNEY Jí Tí ANIMADA PRAS COMEMORAí‡í•ES!

BRITNEY Jí Tí ANIMADA PRAS COMEMORAí‡í•ES!

BRANDOU AMOU E Jí ESTí PERFORMANDO

BRANDOU AMOU E Jí ESTí PERFORMANDO

Gostaram? Prometo que volto amanhã com um post especialí­ssimo dos 8 anos de blog para celebrar este momento com vocês <3.

O dia em que o Borboletando virou batom :D

postado em  •  19 comentários

Hoje é um dia difí­cil na vida dos meus inimigos (calma cara, é brinks!!!111) porque é o dia da realização de algo muito legal e que nunca na minha vidinha achei que fosse realizar. E é claro que eu precisava dividir este momento com vocês, leitoras e leitores do Borboletando, que me acompanham desde o comecinho do blog em 2006 até os mais novos!

tracta_borboletando_1

Há alguns meses, a Tracta me convidou para assinar um dos batons do projeto “Tracta Blogs III” e confesso que fiquei bem surpresa com o convite. Embora beleza seja um dos assuntos do blog, está longe de ser um dos assuntos principais. Por outro lado, quem me conhece na vida real, sabe da minha quase obsessão por batons e do quanto eu amo comprar e usar cores novas (sério, deve só perder para CDs no quesito coleçíµes! HAHAHA). Ou seja: fiquei muito feliz em representar uma categoria não muito óbvia no Tracta Blogs e também, ter a oportunidade de me juntar com grandes divas como Gaga e Nicki Minaj e de assinar meu próprio batom, com uma cor que eu sempre quis ter! HAHAHA :D

NíƒO SEI FAZER EGOSHOTS, MAS MEU BATOM Tí LINDO!

NíƒO SEI FAZER EGOSHOTS, MAS MEU BATOM Tí LINDO!

Durante o processo criativo, a primeira coisa que passou pela minha cabeça foi fazer algo realmente diferente de tudo que eu já tinha ou já tivesse visto em algum momento da minha vida. Na minha cabeça, o batom perfeito deveria ser uma cor que fosse difí­cil de ser decifrada: um vinho que na verdade é meio arroxeado, mas que na real ele é um magenta, mas sem ser magenta. Sei que parece confuso, mas a ideia era ser uma cor hí­brida e totalmente diferente, e que fosse chique e cool, e que pudesse ser usado em qualquer época do ano, por todas as peles e cores de cabelo.

COMPARAÇíO DO BATOM BORBOLETANDO E AS CORES QUE EU USEI COMO PONTO DE PARTIDA

COMPARAÇíO DO BATOM BORBOLETANDO E AS CORES QUE EU USEI COMO PONTO DE PARTIDA

O ponto de partida para a cor foi uma mistura do Rebel com o Rare Exotic, ambos da MAC. Embora o Rebel seja o magenta perfeito para boa parte das minhas amigas, na minha boca ele insistia em ficar super roxo e por isso, tinha o costume de dar uma equilibrada com o pink-sucesso Rare Exotic. Na hora de criar a cor, pedi para as meninas da Tracta colocarem um pouco de vinho na mistura e ualá: a cor dos meus sonhos estava ali, diante dos meus olhos <3.

A pigmentação é uma coisa de louco: com 1 camada, ele já fica na cor perfeita, sem muitos esforços. Além disso, a durabilidade é bem boa, mesmo sendo um batom cremoso. Outra coisa legal do batom é que ele muda de cor de acordo com a luz. Em ambientes mais fechados ou luzes mais escuras, ele vai puxar mais para o vinho. Já na luz do sol, ele fica entre o vermelho e o magenta. í‰ quase um mutante, Brasil!

ALGUMAS DAS VEZES QUE EU USEI O BATOM NAS íšLTIMAS SEMANAS (OU QUASE TDS O DIAS HIHIHI <3)

EUZINHA SEM FILTRO EM VíRIOS MOMENTOS DAS íšLTIMAS SEMANAS

Agora vem a parte mais legal: o batom já está í  venda, apenas na loja virtual da Tracta \o/. Para comprar o seu, clique aqui ou no maravilhoso gif biográfico que eu preparei especialmente para esta ocasião hihihihi

batomborboletando

E quem comprar, por favor, tira foto, posta no Instagram e me marca (@borboletando) porque quero saber o que acharam e depois transformar as lindas todas em um post aqui do blog. Ou vem aqui nos comentários contar o que achou. Tí´ muito curiosa e ansiosa para saber a opinião de vocês! <3

O ato de Borboletar

postado em  •  21 comentários

Parece que foi ontem, mas o Borboletando completou 6 anos de existência. A maior parte dos leitores atuais não acompanharam toda a trajetória do blog, não tenho todo o passado dele registrado aqui porque apaguei os registros mais pessoais em momentos de fúria. Mas uma das coisas mais bacanas é quando alguém que viu o blog nascer vem falar que acompanha minhas postagens desde sempre. Ou que ficou feliz quando o blog voltou a ser pessoal. Ou que tem ainda como um dos seus blogs favoritos.

E nesses 6 anos, quantas mudanças! O blog, no começo, era extremamente pessoal mas depois comecei a me sentir mal por me expor tanto quando me dei conta de quantas pessoas liam meus desabafos diariamente. Passei por uma fase impessoal, quase não autoral, e com a ajuda dos colaboradores, mas sentia que aquele não era o meu blog, o meu espaço e decidi fazer o caminho de volta para casa. No meio do caminho, tive vontade de desistir, de jogar tudo pro alto, mas decidi que levaria o blog menos a ferro e fogo, com mais diversão e menos cobranças. E que bom que consegui encontrar um novo caminho, colocando na balança as coisas boas e ruins dos dois extremos e fazendo aquilo que eu posso oferecer de melhor ”“mesmo que eu fique um bom tempo sem dar nenhum sinal de vida. Aprendi a respeitar minhas crises criativas, meu cansaço mental e principalmente, em priorizar assuntos que sejam bacanas não só para mim, mas para os meus leitores afinal, o blog só existe até hoje por causa de vocês.

Nesses anos todos, não foi só o blog que mudou: eu também borboletei, e muito. Talvez nunca tenha dito aqui no blog sobre o quanto ele é responsável por um monte de coisas boas na minha vida. Primeiro conheci um monte de gente bacana por causa do blog e que acabaram virando meus melhores amigos da vida real (vide Thiago, Vitor e Bee, só para citar alguns dos mais antigos e presentes). Também descobri uma nova vocação graças a ele: eu, que quando abri o blog enquanto cursava Administração Hoteleira, acabei migrando para a área de mí­dias sociais, primeiro como redatora e agora com relacionamento e influência ”“e não consigo me imaginar fazendo outra coisa que não seja nesta área. Se não fosse pelo blog, a esta hora provavelmente estaria dentro de um escritório em algum hotel da cidade e infeliz com a minha profissão.

Mudei meu cabelo, meu estilo, meu modo de pensar, a forma de encarar e viver a vida. Hoje, 6 anos depois, vejo que o nome do blog não poderia fazer mais sentido para mim: sou essa transformação, essa necessidade de exteriorizar minhas mudanças.

í‰ como já diria Raul: “prefiro ser essa metamorfose ambulante do que ter aquela velha opinião formada sobre tudo”. E que bom que a gente muda, transforma e evolui né? :)