cabelo ressecado

Dossiê do Cabelo Loiro: recuperando o picumã

postado em  •  31 comentários

Quem acompanha o blog desde o comecinho (ou ainda, desde os tempos de 2004/2005, nos tempos de slar.net) já deve ter percebido que eu vivo “borboletando” o cabelo. Como eu já disse em algumas oportunidades, não suporto mesmice e tenho uma certa necessidade de mudar sempre que o marasmo bate em minha porta.

Desde a primeira vez que eu clareei o cabelo, em 2004, venho alternando entre o cabelo loiro e o castanho. Em 2009, depois de 2 anos e meio loira (um recorde!), fiquei morena novamente, mas não durou muito tempo: foi só ver o cabelo da Drew Barrymore que eu enfiei na cabeça que eu ficaria loira a qualquer custo, e só sairia daquela cadeira com AQUELE cabelo. Mas é claro que este “a qualquer custo” teria digamos, seu preço.


Drew Barrymore: minha musa capilar desde 2010

Aí­ começou meu drama capilar. Já tinha ficado loiras outras vezes, mas essa foi a primeira vez que meu cabelo ficou extremamente ressecado. Se nas outras vezes minha preocupação era apenas eliminar os fios amarelados que apareciam após algumas semanas, desta vez era driblar o ressecamento e devolver a maciez e o brilho tirados pela descoloração nas pontas que costumam ser, por natureza, a parte menos favorecida dos cabelos.

Desde então, comecei uma busca incessante por produtos que deixassem meu picumã macio macio (como se eu tivesse passado Monange #NOT). Ao contrário dos outros tempos, que eu caia no papo das vendedoras super solí­citas (cof cof) das perfumarias ou saia comprando tudo que eu via pela frente, resolvi investir meus dinheirinhos em produtos certos, que realmente resolvessem meu problema ao invês de acumular frascos e potinhos no meu banheiro, mesmo que eles custassem mais caros do que eu costumava pagar. m outras palavras, resolvi tirar o escorpião do bolso e começar a comprar, sem medo, produtos de linhas profissionais. í‰ caro? Relativamente sim. Mas ao menos trazem algum resultado e rendem muito mais. Como diz a Loo, caro é pagar R$15 numa coisa que deixa seu cabelo ruim e depois vai ficar enconstado sem uso.

Como sei que eu também não tí´ sozinha nessa (alí´ Bruna, Alyce e Mandy!), resolvi compartilhar um pouco do que eu tenho feito e investido para ajudar azamiga que estão na mesma situação. Ah, e as dicas compartilhadas a seguir servem para todas as cores de cabelo e principalmente, para minhasamiga (sic) que fazem procedimentos quí­micos com frequência como progressiva. VEM COMEEEEEGO!

Continue lendo →