cosméticos

Os favoritos: o que eu usei, ouvi e amei em 2011!

postado em  •  9 comentários

Todo final de ano é uma coisa meio clichê, mas ao mesmo tempo mega divertido: é hora de fazer um balanço sobre tudo que rolou ao longo do ano inteiro, fazer uma retrospectiva sobre o que valeu a pena de verdade e também sobre o que vale mudar nesta nova fase que virá.

Influenciada pela Gabi e pelas meninas do TPM Moderna, resolvi brincar de eleger meus favoritos de 2011, mas não só sobre meus produtos favoritos de beleza mas também sobre as coisas que eu andei usando, ouvindo, conhecendo e até escrevendo ao longo deste ano <3

2011 foi um ano que eu tive uma mudança gritante nos meus hábitos de consumo, principalmente no quesito cosméticos. Deixei de sair comprando tudo que eu via na minha frente e decidi investir em produtos que realmente atendessem meus desejos e necessidades, mesmo que eu tivesse que pagar um pouco mais caro por eles.

Como comecei meu ano voltando de viagem internacional, trouxe na bagagem muitos produtos importados que aqui custam o olho da cara, mas lá fora são equivalente ao que pagamos aqui em marcas digamos assim, mais acessí­veis como a linha premium da Natura, Boticário e Contém 1g. Por isso, 99% dos produtos listados abaixo são importados e ficam como dica para quem está ou tem algum conhecido com viagem marcada para a gringa.

01) Melhor Base: Dior Nude
Uma das coisas mais difí­ceis na categoria maquiagem é, sem dúvidas encontrar uma base que atenda todas as nossas necessidades, ou seja, que cubra todas as imperfeiçíµes ao mesmo tempo que não dê aquele aspecto pesado “massa corrida feelings”, com um aspecto bem natural e iluminado. Conheci essa base num evento da Dior ano passado, mas só tive a oportunidade de comprá-la quando passei no freeshop voltando de Londres e falo que é, de longe, a melhor base que eu já tive na minha vida. Sempre que eu uso, alguém me pergunta o que eu fiz para estar com a pele boa -favor segurarem os risos, seus safadinhos.

02) Melhor Batom: Ruby Woo, MAC
Sempre fui o tipo de pessoa que achava batom vermelho lindo, mas nos outros. Mas aí­ tudo mudou quando comprei meu primeiro Ruby Woo, o batom mais divo e lindo que eu já tive na vida -disse a pessoa que tem uma coleção de batons na penteadeira.

03) Melhor Blush: Dame, MAC
Blush bom é aquele que dá cara de saúde sem parecer que você é namorada do Chris Brown como bem disse o Edipo do QDNG. Gosto de blushes rosados, que não pesam tanto no resultado final mas que ao mesmo tempo, dê uma carinha de saúde para esta pessoa que abomina sol. Gosto do Dame porque ele econsegue ser rosinha sem me deixar um cosplay do Baby (sim, o porquinho atrapalhado) de tão rosa e ao mesmo tempo tem um brilho discreto.

04) Melhor Corretivo: Studio Fix, MAC
Esse corretivo é tipo “honour concour” da minha necessárie. Uso há uns 2 anos e é o melhor corretivo que eu já tive -e olha que eu perdi a conta de quantos eu já experimentei. Para quem tem olheiras, é uma ótima opção porque além de cobrir tudo, segura bem o dia inteiro \o/

05) Melhor Perfume: Womanity. Thierry Mugler
Foi amor a primeira espirrada/cheirada. Confesso que fui sentir só pela curiosidade de sentir o cheiro do “primeiro perfume salgado do mundo” e fiquei encantada pela fragrí¢ncia. Não se deixe levar pela descrição que diz que tem caviar como nota e na idéia do salgado porque ele não tem nada disso. Tem um cheiro maravilhoso de figo, é doce sem ser enjoativo, daqueles perfumes que todo mundo elogia e pergunta qual é. Conseguiu a proeza de tirar o posto do Fantasy depois de 4 anos sendo meu perfume favorito.

06) Melhor Creme: Hydration Angelica, L’occitane
Já passei dos 25 e chegou a hora de incluir alguns tratamentos para garantir que a pele fique boa e mantenha a firmeza né? Sou apaixonada por essa linha de Angelica da L’occitane, porque deixa minha pele mega hidratada sem ficar oleosa. E ainda tem um cheirinho incrí­vel <3

07) Melhor Sombra: Black Tied, MAC
Porque sombra preta é amor, é raio, é estrela, é luar. Essa da MAC é mega pigmentada e tem uns brilhinhos lindos. í‰ amí´!

08) Melhor Lápis de Olho: Contour Clubbing, Bourjois
Outro “honour concour” da minha necessárie. Uso há uns 3 anos e não troco de jeito nenhum. O preço é bem acessí­vel em se tratando de uma marca de make gringa e das boas (por volta de R$35), é mega pigmentado e por ser a prova d’agua, resiste firme a um dia inteiro de trabalho. Fora que dura horrores!

09) Melhor Máscara de Cí­lios (aka Rí­mel): Diorshow Extase, Dior
Máscara das boas, daquela que encorpa, alonga e não deixa os cí­lios empelotados. Se você gosta de cí­lios estilo Pííííí, essa é uma ótima opção. Como aqui no Brasil o preço dele é bem salgadinho, fica a dica: no Duty Free custa por volta de $32 (mais ou menos R$60), mas existe aqueles packs-amigos aonde você leva 2 com um mega desconto (se eu não me engano, paguei $40). Se você está de viagem marcada ou conhece alguém que vai para a gringa em breve, é uma ótima pedida :D

10) Melhor Filtro Solar: Minessol, ROC
Como cheguei nos 25 e agora a lei da gravidade começa a atuar no meu rosto, chegou a hora de trocar os ácidos e cremes antiacne por produtos para evitar o envelhecimento da pele, e claro que entre eles não pode faltar um bom filtro solar. O Minessol foi indicação das meninas do trabalho e não decepcionou. Passo de manhã, depois de lavar o rosto e passar hidratante, antes de fazer a maquiagem :D

11) Melhor linha para cabelo: Extreme, Redken
De todos os produtos que eu usei para o cabelo ao longo de 2011 (e olha que não foram poucos! HAHAHA), o destaque fica para essa linha maravilinda da Redken. Cabelo fica mega hidratado, fofinho, com brilho e não pesa depois de tantos usos. AMOR define.

12) Melhor Pó Compacto/Facial: Blot, MAC
í‰ clássico, é queridinho das loucas por maquiagem e sim, é essa Coca Cola toda. Para não ficar com aquela cara ~massa corrida~ feelings, troque a esponjinha pelo pincel de pó que ajuda a dar um acabamento perfeito e sem pesadão.

Continue lendo →

S by Shakira Eau Florare, o novo perfume da musa

postado em  •  2 comentários

Quem me conhece sabe que eu sou alucinada por perfumes e não tenho muito apego pela mesma fragrí¢ncia todos os dias. Para mim, perfume é uma questão de humor, de como eu acordo. Tem dias que acordo mais romí¢ntica, então aposto em uma fragrí¢ncia mais normal. Quando acordo mais “on fire”, geralmente aposto em algo mais doce com um toque cí­trico. Para noite, os abaunilhados. E por isso gosto sempre de conhecer novos perfumes e incluí­-los na minha penteadeira afinal, sempre vai ter um que vai combinar com meu mood do dia.

Um dos perfumes desejo da vez é novo da musa Shakira, o S by Shakira Eau Florale, que segundo a própria, expressa a felicidade em forma de fragrí¢ncia. E conseguiu, graças a combinação de notas de jasmim, flor de heliotrópio, bergamota, cassis, frutas silvestres, almí­scar e baunilha fresca. O resultado é uma fragrí¢ncia ambarada e gorumand, ou seja, docinha do jeito que eu amo ”“ e acredito que grande parte das leitoras do blog também.

FRUTAS VERMELHAS E BAUNILHA, DEFINIí‡íƒO DE FELICIDADE PARA SHAKI (E EU CONCORDO!)

E para divulgar a nova fragrí¢ncia, o site oficial do S by Shakira Eau Florale está promovendo um concurso cultural que vai dar uma guitarra autografada pela Shakie ou ainda um ingresso para conferir o show da musa de pertinho e de quebra, conhecê-la. Um prato cheio para os fãs e admiradores da diva pop!

Interessou? Então escolha uma foto sua que expresse felicidade, vá ao site oficial de S by Shakira Eau Florale, personalize a imagem com uma tattoo floral e pronto. A foto mais bacana leva um dos 2 super prêmios :D

Oi meu nome é Victoria e hoje eu não comprei

postado em  •  61 comentários

Antes de começar a descorrer este post, gostaria de fazer uma confissão: sou uma pessoa assumidamente consumista. Sim, consumista e sem freios, impulsiva, principalmente com coisas que eu sei que eu sequer usarei. Ao longo do último ano (mais precisamente depois disso aqui) tenho tentado me controlar e pensar mil vezes antes de comprar e já adianto que não é fácil, é quase uma luta diária. E sei que não estou sozinha nessa e por isso, resolvi fazer um post sobre este assunto aqui no blog porque tenho certeza que uma grande parte das minhas leitoras vão se identificar comigo.


Cher, minha musa inspiradora na arte do consumo desde 1996

Umas semanas atrás, eu e meus amigos do trabalho saí­mos para almoçar quando surgiu o assunto cosméticos e consumo. Conversa vai, conversa vem, caí­mos no assunto produtos que efetivamente usamos e os outros que ficam jogados ali no fundo do organizador de maquiagem, esperando apenas chegarem no prazo de validade para serem jogados direto no lixo, muitas vezes sem qualquer indí­cio de uso. Foi ali que eu comecei a realmente pensar na quantidade de maquigem que eu compro e em paralelo, o que eu efetivamente uso. Quem convive ou já encontrou comigo em algum momento deve ter reparado que em 99% das situaçíµes eu estou com a pele feita (corretivo, base, pó, blush e bronzer), delineador preto, máscaras de cí­lios e batom rosado (aka Pink Plaid da M.A.C.)- o outro 1% é quando eu troco o Pink Plaid pelo Ruby Woo e deixo o traço do delineador mais fino ou faço um smokey eye preto com batom nude tipo Hue. Essa é minha maquiagem básica, que eu uso todos os dias para trabalhar ou quando emendo um Happy Hour ou até mesmo uma balada com os amigos. Por mais que eu AME maquiagem e ache incrí­veis os looks que a Andreza por exemplo faz, você dificilmente verá eu usando uma proposta mais ousada, com cor. í‰ quase uma zona de conforto, um piloto automático da maquiagem: levo os itens pro banheiro e 10 minutos depois, a “mágica” foi feita.

Nesse mesmo dia, vim para casa pensando no quanto eu já havia gastado com maquiagem e o que eu realmente havia usado. Chegando, resolvi mexer nas minhas maquiagens e para minha surpresa, encontrei coisas que eu simplesmente havia “esquecido” que eu tinha: batons de cores que eu sei que eu nunca usaria, vários tubinhos de gloss (gente, não uso gloss há anos!), sombras e palletes coloridas, delineadores e lápis coloridos e muitas, mas muitas coisas repetidas -e quase tudo intacto e relativamente novo, maior parte comprada nos últimos 2 anos. Olhei um pouco mais para o lado e vi a quantidade de perfumes que eu vim acumulando ao longo dos últimos 3 anos (fora os que eu trouxe da viagem) e percebi que só o Fantasy, Play Intense e o Womanity estão com os frascos usados, os demais, intactos. Os esmaltes foram pelo mesmo caminho: comprava 2, 3 da mesma cor com medo de sairem de linha e hoje voltei a usar só os tons avermelhados que devem se limitar a 2 ou 3 cores em meio uma caixinha de 200 esmaltes. Olhei para tudo aquilo e pensei: porque eu acumulei tudo isso se o que eu preciso e uso de verdade se resume a no máximo 10 itens de maquiagem, 3 perfumes e 1 cor de esmalte? E isso sem dizer nos 3849559 produtos de cabelo parados há tempos no banheiro porque eu sempre caia no conto das vendedoras “solí­citas” das perfumarias que tinham sempre a solução milagrosa para meu cabelo loiro.

Continue lendo →

Custo x Benefício

postado em  •  27 comentários

Já parou para pensar se a maquiagem que você compra vale tanto quanto ela custa?

Sempre fui uma frequentadora assí­dua de perfumarias e melhor amiga das make-ups baratinhas, de sair com a cestinha abarrotada de í­tens que eu tinha a certeza que jamais usaria. O motivo? O preço super atrativo, fazia com que meu lado consumista falasse mais alto, mesmo sabendo que eles só ocupariam mais um espacinho na minha gavetinha de makes.
Continue lendo →