hurts

Para ouvir: Bright Light Bright Light

postado em  •  4 comentários

Ando numa fase bem musical, e uma prova disso talvez seja a quantidade de posts relacionados ao assunto aqui no blog. O fato é que, dentre todas as artes, música sempre foi a minha favorita e, nos últimos meses tenho buscado sair da minha zona de conforto de anos 80 e 90 e buscado novos artistas para dar uma bombadinha no meu iTunes.

ROD THOMAS DO BLBL: ALí‰M DE FAZER MíšSICA BOA, í‰ UM TETí‰IO

Meu mais novo ví­cio é o Bright Light Bright Light, um projeto lançado pelo cantor, compositor e produtor inglês Rod Thomas, que trabalhou abrindo shows e produzindo álbuns para outras artistas que nós amamos como Marina And The Diamonds e Kylie Minogue respectivamente.

O som lembra bastante alguns dos grupos oitentistas que eu adoro como o Erasure e uma versão alegre do sombrio e recente Hurts. A música “Disco Moment” faz parte do EP lançado pelo moço ano passado, e já é uma das minhas favoritas :)

Outra música delicinha do BLBL é “A New Word To Say”, lançada no final de maio deste ano e é o primeiro single do álbum “Make Me Believe In Hope”, lançado no Reino Unido e Estados Unidos no mês passado.

Curtiu? No SoundCloud do projeto dá para ouvir outras baixas e mashups sensacionais com outros hits do pop!

Dica do QDNG <3

Para ouvir: Hurts

postado em  •  8 comentários

Apesar de A-M-A-R cantoras chicletes e não esconder de ninguém minha admiração por divas pop como Madonna (rainha!), Britney, Aguilera, Gaga e Kylie, sou apaixonada tanto ou até mais por bandas new wave dos anos 80. Depeche Mode, Erasure, Pet Shop Boys e New Order são bons exemplos de bandas que ficam no meu iPod há anos mesmo quando eu deleto outras tantas músicas. E olha: não enjoo nunca de hits como Enjoy The Silence, I Love To Hate You, Always On My Mind e Bizarre Triangule Love.

Nos últimos dias, tenho sentido uma vontade incontrolável de ouvir não só músicas novas, mas principalmente bandas novas porque assim, quase tudo que eu escuto é anos 80 e 90 então imaginem o quanto eu já estou “enjoada” de ouvir a mesma coisa. E apesar das minhas bandas favoritas oitentistas terem lançado coisas nos últimos anos, meu desejo de ouvir coisas novas não se deu por satisfeito. No sábado passado, o Phelipe Cruz deu a dica do Hurts lá no Papel Pop, e o Bezzi, que conhece pra caramba meu gosto musical, reforçou a fica no MSN. Quer dizer: eu PRECISAVA ao menos, conhecer um pouco mais sobre.

O Hurts é um duo formado pelos brití¢nicos Anderson e Hutchcraft. A música é quase uma versão 2.0 do synth pop, com referências super claras ao Pet Shop Boys e Depeche Mode -aliás, achei a voz BEM parecida com do David Gahan, vocal do Depeche. Sombrio, melancí´lico, viajante e até mesmo euforico: é assim que eu definiria o som deles. Wonderful Life anda só no repeat aqui em casa…

Além de Wonderful Life, Better Than Love e Illuminated já estão reinando lindamente no meu iPod. Se você gosta de música boa, fica como dica para conhecer e curtir no findi ;D