maquiagem

Monte sua própria paleta de batons com porta-cápsulas

postado em  •  14 comentários

Já contei aqui no blog que uma das minhas paixíµes, junto com música e bichos, é a maquiagem e do quanto eu amo/sou batons ”“tanto é que eu lancei o batom Borboletando com a Tracta no ano passado.

Acontece que, como boa apaixonada por batons, tenho uma infinidade deles. E é claro que eu tenho os meus queridinhos, que acabo usando até a bala acabar e ficar aquele resto pro fundo do depósito. O problema é que, na maioria das vezes, eu acabo comprando um novo e largando esse resto de batom na minha caixinha. E obviamente, esqueço da existência deles.

Semana passada, fuçando no perfil da Liz Vieira (aliás, sigam porque tem swatches lindos de batons, de chorar diamantes de tanta lindeza!), vi uma ideia super bacana que eu resolvi testar e deu super certo: montar uma paleta de batons própria usando porta-cápsulas. A Liz deu essa sugestão para quem precisava de espaço na “penteadeira” e para deixar os batons do coração juntos. No meu caso, reutilizei a ideia para dar um destino ás sobras dos que “acabaram” e estavam esquecidos na minha caixinha ou quebrados. O resultado foi esse aqui:

batom1

batom2

Gostou e quer repetir em casa? Para começar, você vai precisar de um porta-cápsula. Comprei o meu em uma dessas lojas de “tranqueiras” e paguei R$2,00. A maioria deles vem com coisas escritas em cima ou desenhos, mas é só passar acetona umedecido no algodão que sai tudinho. Importante também dar uma lavada com sabão e passar um papel toalha com álcool na parte interna do porta-cápsula. Deixe secar.

Feito isso, chegou a hora de botar os batons nas caixinhas. Com a ajuda do cabo de uma colher de café (ou uma espátula), retire as sobras dos batons (ou a bala) em cada um dos espaços. Em seguida, para deixar os batons ~bem acomodados~, coloque a paleta no microondas até que a massa derreta (de 30 a 60 segundos, vai depender de cada aparelho/batom). Em seguida, coloque por 2 minutos no congelador para que ele possa endurecer novamente e… pronto! Na hora de passar o batom, é só usar um pincel para lábios.

Com os novos, confesso que não tenho coragem de fazer. Mas acho que é uma boa dica para salvar os batons que sobram quando a bala acaba ou quando eles quebram (o que foi o meu caso). Espero que essa dica seja útil para vocês, assim como foi para mim :D.

Maquiagem, inverno e o que eu estou amando usar

postado em  •  1 comentário

Já comentei aqui no blog algumas vezes sobre minha resistência em usar certos tipos de maquiagem, principalmente quando envolvem cor. Com exceção de batons, que eu sou alucinada e tenho uma vasta coleção (sério, devo ter uns 50! HAHAHA), com sombras tenho um pouco de resistência. Sabe aquele tipo de coisa que você acha bonito, mas nos outros?

Durante muitos anos fui adepta do olho pretão em todos os momentos, até que eu me apaixonei pelo batom vermelho e acabei dando uma desapegada, optando na maioria das vezes por um delineador simples na parte superior e o combo lápis preto, sombra preta e pincel para esfumar deixaram de serem meus melhores amigos.

Apesar deste meu crush pelos batons vermelhos e, mais recentemente magentas (<3), nas últimas semanas tenho me arriscado de novo naqueles meus velhos melhores amigos, fazendo inclusive uma versão mais light de um smokey black para usar durante o dia. Sabe aquela maquiagem de 5 minutinhos mas que faz toda a diferença, principalmente para quem acorda de manhã com a cara amassada? í‰ isso que eu tenho feito quase que diariamente nesses tempos, principalmente nos dias com cara de outono, com frio e sol ”“diga-se de passagem, minha estação favorita justamente por isso.

Para não ficar tão over e exagerado pela manhã, tento combinar com uma sombra marrom claro levemente cintilante e nos lábios, um batom cor-de-boca mais rosado, até para dar uma quebrada e deixar o visual mais delicado e menos agressivo. Nesses últimos dias, tenho buscado algumas referências de maquiagem nesse mesmo estilo em blogs de maquiagem e principalmente no Pinterest, afinal, inspiração é sempre bom. Essas são algumas das minhas favoritas e que já estão salvas no PC e também, no meu mural mental:

smokey1
Continue lendo →

Pequeno guia de ~sobrevivência~ para dias preguiçosos

postado em  •  13 comentários

Quem nunca acordou com aquela preguiça de se arrumar para ir trabalhar ou ir para a faculdade? Ou sair para resolver alguma coisa em pleno final de semana? Ou pior: quando o gatchenho te ligou avisando que vai passar na sua casa em 40 minutos e você está jogadí­ssima no sofá com ressaca da noite anterior?

PREGUIí‡A MAS PFVR GATíSSIMA

Não adianta: todo mundo tem daqueles dias em que a última coisa que você quer é penssar em se arrumar -e, se sair na rua cagadí­ssima, certamente será o dia em que você vai encontrar todo mundo que você NíƒO gostaria de encontrar.

Eu confesso que tem dias que eu acordo e morro de preguiça de pensar qual será o look do dia, quase sempre acompanhada da sensação do “eu não tenho roupa” mesmo tendo um guarda-roupa abarrotado dela. O mesmo vale para os finais de semana, em que tudo que eu desejo é ir para aquela balada animadí­ssima, o El Dredon e divar ao som do DJ Pillow.

Há quem recomende deixar a roupa separada a noite para o dia seguinte, mas comigo não funcionou muito porque sou dessas que gosta de se vestir de acordo com o humor, mesmo que eu não o faça sempre. O mesmo vale para os looks de balada, que muitas vezes eu idealizo durante todo o dia e na hora de vestir, desisto.

Por isso, inspirada nos dias de preguiça e zero inspiração, em que ~euzinha~ bem desejaria sair por aí­ usando pijama e pantufa, selecionei algumas ideias práticas e fáceis para dar um tapa no visual enquanto a cafeteira não passa o café.

#01- Coques fofos em 30 segundos

Sabe aquele dia que você acorda e o cabelo não tá legal, fazendo jus a expressão “bad hair day”? Que você prefere dormir mais 20 minutinhos do que acordar mais cedo para lavar o cabelo? O secador quebrou ou tá um calor tipicamente senegalês e você nem quer saber daquele ar quente na sua cara? í‰ esses momentos que um bom coque alto pode salvar vidas e ainda, te deixar com um ~ar~ super cool.

O site da marca Free People produziu um ví­deo aonde eles ensinam 3 tipos de coques fofos e cheios de estilo em apenas 30 segundos/cada.

E acredite: é possí­vel, inclusive para cabelo que não são nem médios nem tão longos, como o meu. Fiz o Carly”™s Bun, que é um com mais voluminho e bagunçadinho e consegui fazer de primeira.

COQUE ALTO PROPOSITALMENTE BAGUNí‡ADO EM ALGUNS SEGUNDOS: BAD HAIR DAY AGRADECE

Outra dica legal envolvendo coques, principalmente quando você lava o cabelo de manhã e vai sair para a balada a noite: deixe o coque bem torcido e solte só depois de algumas (boas) horas. O cabelo vai ficar levemente ondulado, e dá até para improvisar um penteado de lado, colocando um grampo na parte de trás para dar uma segurada no picumã.

#02 Mini-Rockabilly para o dia-a-dia

Quem tem ou já teve franja sabe como a relação é de amor e ódio. Para falar a verdade, mais ódio do que amor. Tem quem corte e se arrependa, os momentos em que dorme com a cara enfiada no travesseiro e ela acorda torta/amassada, quando o cabelo começa a ficar oleoso e ela fica desmilinguida. E no calor então? Um verdadeiro inferno. Mas confesso que apesar dos apesares, não consigo ficar muito tempo sem.

Para os dias de calor ou quando ela não está tão favorecida, apelo para um mini-topete, que eu faço em alguns minutinhos usando só um pente fino, grampos e spray fixador. Achei esse ví­deo da Jessy do Two Dots que ensina a fazer direitinho e sem firulas:

O mais legal é que além de fácil, ele pode ser feito também por quem não tem franja mas quer incrementar o penteado do dia-a-dia, como um rabo de cavalo ou o solto basicão.

#03 Cores na make para animar

Quanto acordo de mal humor, durmo mal ou estou com preguiça de fazer algo muito elaborado, geralmente recorro para algum batom colorido, como o vermelho ou pink, mesmo durante o dia, combinado ao meu bom e velho delineador gatinho preto. Dentre os vermelhos, o meu favorito de longe é o Ruby Woo da MAC, mas o das meninas do Starving para a Tracta, com um tom mais fechado e puxado para o vinho, também é magní­fico e baratchinho. Dentre os pinks, amor verdadeiro amor eterno para o Rare Exotic (linha semi-matte) da MAC e o Rosa do Mar da coleção da Bru Tavares para a Tracta.

ALGUMAS IDEIAS E INSPIRAí‡í•ES DE MAKE PARA DIAS DE PREGUIí‡A

Não curte batons muito coloridos? Anda cansada do delineador preto de cada dia? Então troque o delineador preto pelas versíµes coloridas como o azul. Apesar de nada básico, ao mesmo tempo não é ultra ousado mas faz uma baita diferença. Eu, que sempre fui apegada ao preto, virei fã dos delineadores coloridos, e costumo combiná-los com algum batom mais cor-de-boca ou rosa clarinho como o Pink Plaid da MAC e o Califórnia da Contém 1g. Dentre os delineadores, estou amando a Cor 6 da coleção Jeans da linha Intense de O Boticário -é um azul marinho, bem cor de jeans lindo, metálico e lindo.

Continue lendo →

Lana Del Rey apenas divando na Vogue Italia

postado em  •  8 comentários

Não sou uma grande admiradora de Lana Del Rey. Confesso que gosto de uma música ou outra como Born To Die e National Anthem, mas existem três coisas que eu devo de admitir: a voz incrí­vel, a beleza e o estilo da moça.

Já disse em um outro post sobre outra diva, a Adele, o quanto eu gosto dessa estética tipo Instagram, meio vintage meio moderna. E mesmo não conquistando meus ouvidos, Lana ganhou meu respeito por essa pegada retro-moderna, tanto nos seus ví­deos quanto no visual. Amo as maquiagens, a cor do cabelo, os penteados ora com voluminho a la Brigitte Bardot, ora solto, de lado e com ondas largas meio Rita Hayworth.

E por esses e outros motivos, estou encantada pelas fotos do ensaio da moça para a Vogue Italia clicado pela maravilhosa Ellen von Unwerth, que é craque capturar essa atmosfera retro.


Continue lendo →