one hit wonder

Mixtape #39 – One Hit Wonder Vol 1

postado em  •  5 comentários

Depois de uma semana curta, hora de voltar a rotina normal com 5 dias realmente úteis. Mas é claro que eu trouxe aquele incentivo quinzenal para vocês.

A Mixtape #39 é um pedido antigo dos leitores do blog, mas exatamente quando eu fiz a lista dos meus “One Hit Wonders” favoritos dos anos 90, no ano passado. Para quem não sabe, “One Hit Wonder” nada mais é do que o famoso “artista de um hit só”. Mas não é porque ele flopou que é ruim, né gente?

POR ONDE ANDAM? UM BEIJO PRA ELES!

POR ONDE ANDAM? UM BEIJO PRA ELES!

Prova disso é essa seleção de músicas maravilhosas dos anos 90 e 2000 que não só já fizeram, mas ainda faz nossas cabeças até hoje. Dá um play e recorde alguns destes hits:

onehitwonder

Gostou dessa mixtape? Para baixar, clica aqui. E para ouvir e baixar todas as outras que já passaram para o blog, vem pra cá.

Mudando de assunto: abri um grupo para o blog no Facebook. A diferença de lá para a página é que a gente vai poder conversar mais, trocar ideias, links, sugestíµes e outras coisas maravilhosas. Espero vocês !

12 “One Hit Wonders” dos anos 90 que você ama até hoje

postado em  •  30 comentários

Eu poderia enumerar os vários motivos que me fazem amar tanto os anos 90, mas um quesito que renderia várias destas enumerações certamente é o musical. Afinal, foi uma década maravilhosa que nos presenteou com bandas e cantores incrí­veis que nós amamos e acompanhamos até hojNÃO PERA.

ONE HIT WONDERS, MAIS CONHECIDO COMO AQUELA MíšSICA QUE VOCíŠ AMOU, AO MENOS, UM DIA

ONE HIT WONDER: EU SEI QUE VOCÊ JÁ AMOU MAS JAMAIS ESQUECEU DELAS

Todo mundo já foi vítima de algum cantor/banda que sofreu a maldição do “One Hit Wonder”, ou como ficou conhecido por aqui, o “artista de um sucesso só”. O artista tenta a qualquer custo emplacar um hit de novo, mas não adianta. Daí­, de duas, uma: ou ele passa a dedicar sua carreira a um público menor e fiel ou assume de vez o ostracismo e manda um “look at all the fucks I give” para a fama.

Por outro lado, esses hits únicos tem como característica ficarem tão marcados nas nossas memórias que mesmo anos depois, muitas vezes sem escutá-la com a mesma frequência, somos capazes de cantar com a mesma euforia daquele momento.

Para provar que você conhece e ama algumas dessas músicas até hoje, fiz uma seleção dos meus 12 “one hit wonder” favoritos dos anos 90 para compartilhar com vocês. Pega na minha mãozinha e vem comigo nessa viagem!

#12 Ultra, Say It Once

Eles tinham absolutamente tudo para bombar: eram bonitinhos, o vocalista principal era loiro com o cabelo tigelinha a la Nick Carter/Leonardo DiCaprio, faziam um pop chiclete o suficiente para deixar a música impregnada na sua cabeça por dias e ficar só no repeat na sua fita K7 com aquela mixtape marota que você gravava a partir das “7 Melhores da Jovem Pan”. Mas…

NÃO, QUERIDINHA!

NÃO, QUERIDINHA!

O Ultra aparece no blog pela segunda vez, praticamente pelo mesmo motivo. Na primeira ocasião, entrou na lista das boybands que um dia você amou mas esqueceu que um dia já colou pôsteres no quarto. Agora, reaparece por aqui com o único hit da sua carreira, para não dizer a única música que um dia, você ouviu dos caras.

#11 New Radicals, You Get What You Give

A banda, que na verdade era do membro-único-faz-tudo (embora no clipe apareçam vários) Gregg Alexander, lançou apenas um álbum em 1998, “Maybe You’ve Been Brainwashed Too”, que dividiu a crítica: enquanto alguns elogiavam o trabalho, cheio de influência aos anos 70, outros acharam ofensivo por conta das letras que criticavam a sociedade norte-americana. Um exemplo disso é a própria “You Get What You Give”, que insultou alguns dos principais ícones da década de 90 no trecho final: “Fashion shoots with Beck and Hanson/ Courtney Love and Marilyn Manson/ You’re all fakes run to your mansions/ Come around we’ll kick your ass in”.

Em 1999, Gregg cansou de dar entrevistas e fazer shows promocionais e jogou tudo para o alto após o lançamento do segundo single, “Someday We”™ll Know”, que embora você deva lembrar, não fez tanto sucesso quanto a primeira.
Continue lendo →